domingo, 22 de setembro de 2013

Minha Administração dos bens Concedidos pelo Senhor


Hoje é um dia em que vou penitenciar-me porque reconheço que já esbanjei e muito os bens que o Senhor Deus me concedeu...
Até tomar consciência disso levou anos a fio...
Fiquei também sem força, sem condição física e emocional para seguir "cavando" a vida...

 ‘Quanto devo ao meu patrão?’

Devo muito ao meu "Patrão"...
Como Ele foi e é Generoso comigo!
E eu pouco Lhe dou em retribuição...

 ‘E tu, quanto deves?’ 

Essa pergunta não me cabe fazê-lo... mas o leitor amigo pode fazer-se a si mesmo... hoje é o dia para isso...

Nunca tive esperteza suficiente para administrar bens tanto materiais como em outro nível... 
Durante muito tempo, pedi o Dom do Equilíbrio e da Prudência...
Até que um dia, finalmente, a palavra de Deus me tocou:

Quem é fiel nas pequenas coisas também é fiel nas grandes...

Ia caindo e me levantando... sempre fui mão aberta... não tida em conta por esse motivo... por todos... 
Sofri muito por esta razão... Chegava a ficar sem nada quase para mim...
Não tinha senso de reserva...
Ainda hoje me pego no erro no alvo mas corrigindo a tempo e saindo da beiradinha do abismo... pela graça Divina...

Quem vos confiará o verdadeiro bem? 

Quem vos dará aquilo que é vosso?

Estas perguntas básicas do Evangelho de hoje foram de confronto para mim em todos os níveis do meu viver, não só no âmbito material...

Hoje, nada me falta... tudo o que vem de Deus é acréscimo para mim... dos demais também...
No fundo, estava sendo impresso em mim a fala final do Evangelho de hoje... gradativamente...
(Não me apegar a bens materiais). 
Hoje sou muito feliz com o que tenho pois, do pouco, Deus faz muito...
A cada dia basta o seu  mal e me contenho para um bem maior...
Eu preciso estar incluída no menos favorecido ao qual preciso ajudar... isso não é egoísmo... é salutar e todos podem ser beneficiados com os bens que Deus me dá...
Literalmente falando e no sentido dos Dons que distribuo com ânimo e generosidade pois quanto mais o faço, mais recebo.... é impressionante como o Espírito Santo de Deus age em meu favor... 

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro”.

Senhor, quanto mais administre eu os seus bens... mais eu receba a tua Graça para que nunca falte nem a mim nem aos demais que possam ser beneficiados (por mim, pela minha administração) quando for do Seu Agrado!
Obrigada, meu Deus e Senhor!

http://www.idade-espiritual.com.br/