domingo, 1 de junho de 2014

Ascensão do Senhor!

Mateus 28,16-20

"Por entre aclamações Deus se elevou, 
o Senhor subiu ao toque da trombeta"
(Sl 46)


Estarei aqui parada também, 
olhando para o céu, como ficaram os discípulos?
Será que a nuvem ainda encobre minha visão,
 meus sentidos, minha vontade, meu discernimento?
Tenho sido uma testemunha fiel dele,
 ou prefiro não sair de minha zona de conforto?

" Se não fores melhor amanhã do que foste hoje,
então qual a tua serventia para amanhã"?
(Rabi Nahaman)

Eis o alento que busco quando desamparada me sinto.
Quando só me sinto.
Quando derrotada me sinto.
Quando prostrada me sinto.
Quando sem forças me sinto.
Quando as dúvidas me sobressaltam.
É confiando nele, em Jesus misericordioso 
e na certeza dessa frase dita por ele, na sua despedida,
que sigo caminhando comprometida e convicta da mensagem dele

"Estarei convosco todos os dias até o fim do mundo."
Prova de amor maior não há.