quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Se quiseres, Senhor, podes curar-me!




Se Quiseres, Podes Curar-me!

EVANGELHO : Lucas 6,20-26
23ª semana do Tempo Comum


As misérias do mundo  querem me corromper
Persistentes e insinuantes elas são sorrateiras
Buscaram-se as riquezas oferecidas 
Esqueceram-se da partilha aos necessitados.
Quero ser despojada, Senhor :
Da vaidade que corrói a alma
Da insensatez dos orgulhosos
Da ganância do poder
Da fartura sem divisão
Do elogio fácil...
De tudo aquilo que possa me afastar de ti.
Esta é a pobreza que deve ser vivida
Nela encontramos a verdadeira riqueza
A que consola  e faz exultar de alegria .
A que lava pelas lágrimas derramadas:
Pelas injustiças, ódios, e incompreensões.
Pela fome de amor, pela ausência de perdão.
Assim Senhor, te seguindo e te amando,
Serei  Bem aventurada porque será grande a recompensa
Pelo teu querer  dar-se-á  o céu que prometestes.
Se quiseres, Senhor, podes curar-me!