sexta-feira, 31 de outubro de 2014

O silêncio como resposta ao questionamento de Deus



Evangelho: Lc 14, 1-6


"Em dia de sábado é permitido curar ou não?" Eles ficaram em silêncio.



Após a pergunta de Jesus, o silêncio dos Fariseus é considerado uma resposta de consentimento para a interpretação da Lei que Jesus propõe. Mas para os Fariseus, o silêncio tem como significado a falta de resposta por "incapacidade deles em responder", como diz o Evangelho. Desta vez Jesus pegou aos seus opositores de surpresa, deixando-os mudos, sem respostas. E aproveitando o espaço do silencio deles, Jesus cura o homem e o despede. Após esta iniciativa passa a questionar sobre a rigidez na prática dos mandamentos da Lei de Deus que impede a compaixão e as obras de misericórdia.

Neste texto do Evangelho, a palavra Silêncio chama a atenção por ser o resultado de mais de uma reação à um mesmo questionamento: o silêncio por aprovação, aceitação e o silêncio por não ter resposta adequada à pergunta. Me deparo em minha vida, com estas duas possibilidades em responder. Vai depender se alcanço a compreensão do questionamento a mim dirigido para que o silêncio seja a expressão de minha aprovação. Ou se, não compreendo o verdadeiro significado do enunciado da questão por desconhecimento ou ignorância... Ou ainda, o silêncio por não querer me comprometer: " deixa a vida me levar, leva eu...", como diz a música. Neste caso, compreendo o questionamento mas não quero responder preferindo permanecer muda, por ser mais cômodo. 
Há ainda outros aspectos do silêncio mas, para o silêncio como resposta aos questionamentos, só me ocorreu estes para refletirmos juntos a palavra de Deus.

Meu Jesus, que o meu Silêncio não seja traduzido por mudez, causado por ouvidos moucos a tua palavra inquietante... Silêncio como evasiva de minha resposta para não escutar os teus apelos.
Apelos que são questionamentos sobre o meu viver cristão, que prefiro não escutar permanecendo em silêncio mudo e assim, não me comprometer. Não me comprometer com o outro, desde o mais próximo, os de casa, os do meu trabalho, como os que estão distantes e só sei de suas existências pelos meios de comunicação e que, para estes, basta apenas uma prece de intercessão que nunca faço.

Meu Jesus, se o meu Silêncio for causado pela não compreensão de tua palavra que procuro escutar, principalmente nos momentos difíceis, de escuridão completa, não permita que eu me afaste e me perca na indiferença muda de tua palavra misericordiosa. Envia o Santo Espírito para me iluminar.

Meu Jesus, ajuda-me para que, assimilando tua Palavra questionadora, eu possa responder com o Silêncio de tua Mãe Santíssima que "guardava tudo em seu coração". 

Amém!


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A minha salvação depende de mim!


Jesus_Salvação

Jesus, Mestre e Senhor, que eu seja incansável na missão de evangelizar. Sei que no decorrer do meu caminho sou atraída, muitas e muitas vezes, pelas facilidades e ofertas tentadoras do mundo, mas não me deixe cair em tentação! Que eu possa escolher o caminho da porta estreita, que sei, não é o mais fácil, mas é o caminho da verdade que me conduzirá ao Reino de Deus.

Se estivesse caminhando com o Senhor agora, sentiria receio, por causa dos meus pecados, de estar ao lado dos que não serão salvos e, por certo, Lhe faria a mesma pergunta: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?” (Lc 13, 23). O Senhor foi incisivo na resposta: “Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão” (Lc 13, 24). Eu entendi, Senhor, que a minha salvação depende de mim, das minhas ações, das minhas atitudes… Deus não me reconhecerá pela minha aparência, mas pelas minhas atitudes!

Não é porque faço parte de pastoral, movimento ou serviços dentro da igreja que estarei entre os primeiros a ocupar um lugar à mesa no Reino de Deus. O que estou eu fazendo para os “pequeninos” de Jesus?

Perdão Senhor, por todas as vezes que agi mal aos vossos olhos, se escolho o caminho errado, a responsabilidade é totalmente minha, por isso, rogo veementemente ao Senhor que me conduza pelos caminhos retos, suscitando em mim a prática do amor, da solidariedade, da fraternidade e da justiça. Assim seja!

Meditação do Evangelho de Lucas 13, 22-30.


Abraços fraternos,

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A quem muito foi dado, muito será cobrado!



Na minha vida já me preparei para muitas coisas: para uma prova na escola, para o vestibular, para uma vaga de emprego, para o dia do meu casamento... Em certas coisas eu me preparo para que o objetivo seja alcançado com êxito, em outras para evitar o infortúnio, em outras ainda, por mais que eu me prepare, sempre serei pega de surpresa, como a doença e a morte, por exemplo! E pensando nisso tudo, fiquei me perguntando: será que estou preparada para a chegada de Jesus? Será que serei pega de surpresa?

É um desconforto muito grande quando se é pego de "calças curtas", somente quem já passou por isso sabe! Quem já não viveu tal situação? Eu já vivi! Mas como será quando Jesus vier pela 2ª vez? Eu, que estou meditando este Evangelho, que conheço a Palavra, os documentos da Igreja, se não agir conforme a vontade de Deus, por certo, serei chicoteada muitas vezes, pois "a quem muito foi dado, muito será cobrado" (Lc 12, 48). 

Mas também não quero ser a mais correta com o intuito de não ser chicoteada, eu quero merecer estar ao lado de Jesus, por isso rogo a Deus que me ilumine para que eu seja serva fiel, mesmo consciente das minhas fraquezas, dos meus pecados, que eu possa viver o chamado de Jesus com autenticidade, de coração aberto e fé vigilante. 

Do mesmo modo rogo a Deus pela Igreja, para que ela seja a administradora fiel e prudente que o Senhor colocou à frente para zelar e cuidar de mim e de todo o seu povo! Assim seja!

Meditação do Evangelho de Lucas 12, 39-48


Abraços fraternos,



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Jesus Desconcerta-me



Outubro- Mês do Rosário de Maria)

Mateus 22, 15-21


DESCONCERTANTE JESUS


“Daí a César o que  é de César e a Deus o que é de Deus” (Mt 22,21)

Jesus desconcerta-me... se não me desestabilizo com Ele é porque não sigo-O ainda...
O seguimento radical implica em desconcerto geral... ele desestrutura-me... ainda bem!
Ele mostra Poder diferente de mim, serve primeiro...
Por ser fiel ao Pai, segue à risca sua Missão...
Ele 'seduziu-me'...

Ele foi-me solidário...
Não me deixa encaixar em esquema algum...
Quando forçam-me, perdem-me... 
Faz-me dar o fora à gente hipócrita para eu não ficar igual...
Dá-me livramento sem fim...
Só deixa-me enquadrada nas Bem-Aventuranças... se não for assim, não me deixa ser feliz nos moldes mundanos de forma alguma... ainda que eu queira...
Ufa!

Por Ele revelar-se Pequeno é que não posso ter a pretensão de ser 'grande', de forma alguma...
Lembro-me muito de Santa Teresinha, a judiada, a escorraçada, taxada por desequilibrada... depois, Doutora da Igreja... Missionária por excelência... no seu recolhimento interior e na sua pequenez (semelhante ao Mestre)...

Perdão, Senhor, por deixar-me ser desumana , muitas vezes, comigo mesmo...
O Senhor, que é Deus, quer-me humana na essência de como irmana-me a Si pela Graça do Pai...
Obrigada por aliviar meu sofrimento passado, tão grande... 
Sei que é um Deus do Respeito, da Dignidade, da Felicidade...
Não tenho nenhum poder sobre nada  nem ninguém... assim deixa-me e sou bem feliz...  insignificante e tremendamente amada...
Quem almeja ser assim senão uma serva sua que é amada, resgatada, enviada?
Hoje recebo mais uma advertência sua e sei que tem toda a razão em admoestar-me: Tudo o que tenho é de Deus, é seu, meu Deus e Senhor... não posso roubar nada para mim...
No dia de hoje, devolvo o que é seu... a minha vida, tudo o que tenho e possuo...
Amo o Senhor porque nada impõe-me.... tudo dá-me sem pedir retribuição alguma para Si... é Puro Dom, o meu Deus!!!

Preciso sempre pedir a graça de ser sempre sua, meu Deus, pois pertenço-Lhe...

Rompe em mim, Senhor, todos os esquemas fechados... meus césares sejam desfalecidos em mim, por caridade, Mestre Amado...
Faz-me ser livre e solidária sempre...

Obrigada, Senhor!




quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Rezar É Conversar Com Deus...

Evangelho de Lucas  11, 1-4

                                                   
                                                         foto Google Imagem


                                                             POEMA

.
                       Senhor  tua simplicidade me encanta.                                            

                       Sim, deixando que tuas palavras me invadam
                       Dilato meu coração e deixo-me transformar ...
                       Não  é necessário alegorias para te agradar
                       Queres  tão somente de mim:
                       Que eu  louve  ao Pai santificando seu  nome  propagando
                       O seu Reino ;
                       Que eu louve ao Pai  reconhecendo-o como   único
                       Senhor da vida ;
                       Que eu louve ao Pai  sendo grata pelo pão que partilhamos .
                                                            
                                                         foto Google Imagem

                       Que eu louve ao Pai  pedindo perdão pelos meus pecados
                                                        
.                                                       foto Google Imagem

                       Que eu Louve ao Pai  orando para não cair em tentação.


                                                               SÚPLICA


                                                       Sim, Senhor Jesus,  não permitais que a idolatria
Reinante neste mundo, que é a fonte de toda ofensa a ti , que a indiferença
De muitos à tua solidão no Sacrário,  que  ambição pelo poder que destrói
Vidas  não  faça morada no meu coração.
                                                         Receber-te Jesus, na Eucaristia, nunca seja  motivo
de  condenação e sim de Salvação .
                                                           Que no  meu coração  as palavras inspiradas sejam  ditadas por ti,  que eu sempre as reconheça.
                                                           Que eu possa viver  este Evangelho!






quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Vem e segue-me, diz o Senhor

Reflexão à Luz do Evangelho de São Lucas 9, 57-62

Senhor, vens de novo ao meu encontro para me questionar!
Eu sei que Te amo, que sem Ti a minha vida não tem qualquer sentido, que nada sou!
No entanto, tantas vezes, hesito em ir ao Teu encontro, Senhor!
Quantas vezes não coloco em primeiro lugar os meus afazeres, as minhas prioridades em detrimento de seguir-Te!
Até para orar quantas vezes Te relego para segundo plano!
Perdoa-me, Senhor, pelas minhas infidelidades!
Para Te seguir verdadeiramente torna-se necessário que deixe tudo, que me despoje e parta!
No entanto, a missão até nem está muito longe de mim!
Posso servir-Te na minha própria casa, no meu trabalho, na minha comunidade!
A minha entrega tem de ser total, abnegada, sem hesitações, nem desculpas!
O teu apelo é constante no serviço que posso prestar aos irmãos mais necessitados e sofredores!

Por isso peço-Te, Senhor, que me habilites para o serviço do Teu reino, capacitando-me para seguir sem hesitações o caminho que para mim traçaste e que ao jeito de Maria, Tua Mãe Santíssima, eu possa dizer sempre, Sim!


Neste início de Outubro, mês do Rosário, oro a Nossa Senhora:

Ave Maria cheia de graça
O senhor é convosco
Bendita sois vós
Entre as mulheres
E bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, mãe de Deus,
Rogai por nós pecadores
Agora e na hora de nossa morte, Amém!

Abraço fraterno em Cristo e Maria.

Ailime

http://rotasdiferentes.blogspot.com.br/