sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Abre-te!





TRILHA:

                                         

"...Olhando para o céu, suspirou e disse: "Efatá!", que quer dizer: "Abre-te!"
                                                                                   Marcos ,31-37

Hoje o Senhor vem me falar da necessidade de ouvir.
Tem sido tão raro parar para ouvir os que me cercam.
A correria me afasta.
O tempo me leva ao esquecimento.
E, de repente, me dou conta de esquecer datas importantes.
De compartilhar sentimentos.
Lembrei-me por um momento, de minhas amigas.
A distância que nos tem separado.
A saudade dos momentos que dividimos.
A ausência.
Há dias que digo: Vou ligar. Dá um bom dia! Mas então, quando me dou conta, o dia já se foi.
E me pergunto: onde estão? Como estão?
Muitas vezes, tudo o que preciso, é sermos ouvida.
Mas quanto estou ouvindo?
Sabe que dói saber não lembrada?
Não basta amar, é preciso dizer que ama.
E o falar?
O falar sem dificuldade?
No momento, no instante certo?
O falar aquilo que precisa ser ouvido?
Dai-me, Senhor, essa graça.
A graça de saber ouvir os que me cercam, me aprofundando na caridade de servir-lhes de ajuda fraterna, não na curiosidade de saber de suas vidas.
Dai-me a graça, de saber falar o que edifica, no momento certo de fazer frutificar a semente do amor de irmão.
E abre, Senhor, não só meus ouvidos ou meu falar, como também meu coração para saber amar.
Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Para sempre seja louvado.
Amém!


http://horadeluz.blogspot.com.br/