quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Renova-me,Senhor Jesus!








Evangelho de Mateus 6,1-6. 16-18








Senhor... Não há coincidência em nada que vem de vós...É providência!

".É Quaresma.Tempo de voltar para Deus.Tempo de reconhecer que, muitas vezes, erramos a mira e temos que reencontrar o alvo".

A liturgia quaresmal que hoje tem inicio com a Campanha da Fraternidade, cujo tema é:
"Eu vim para Servir", me  tocou profundamente e me fez ver realmente onde e como  praticar a Caridade.
Durante anos da minha vida  me anulei para servir... doava-me em atitudes  materiais e afetivas... nada questionava... Apenas fazia.
Por dentro me corroía a alma...Onde estava o reconhecimento se somente da maioria vinha ingratidão... A vivência do Evangelho foi-me abrindo os olhos ... Comecei realmente a "ver " o que antes apenas "enxergava".
Nos meus atos de Caridade estava  imbuída a Vaidade, junto o Orgulho de ser reconhecida.
Quão falha minha ação...
Para servir a Deus, como ele quer, o serviço deve ser na extensão dirigida ao meu irmão... Sem alarde, sem ostentação, sem esperar nada em troca, porque a recompensa e o reconhecimento Deus já me deu!
O inimigo sempre à espreita penetrava através das frestas abertas e fazia o estrago... Mas vós SENHOR  socorria-me nesta hora de dúvidas e aflições.
Há uma semana, com mais contundência , um dos meus favorecidos de sempre se rebelou e creio foi um instrumento usado por vós . A crítica de que minhas doações eram do conhecimento de terceiros, num primeiro momento me causaram mágoa e revolta...
Fui acalmando meu coração e pela oração consegui penetrar nas razoes  e compreender que  Deus sabe o tempo certo para tudo, a hora de parar e mostrar que quem recebe deve fazer bom uso dos bens recebido e caminhar com suas próprias pernas!
Retomei meu alvo Senhor, este Evangelho de Mateus chegou em boa hora, vós me falastes eu te ouvi!

"Tende piedade ,ó meu Deus,misericórdia!
Na imensidão de vosso amor , purificai-me!
Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai
completamente a minha culpa!"(Sl 50)