quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Ensinai-me, Pai do Céu , O que é Ser Justo!

Evangelho de Mateus 20, 1-16a
Reflexão Pessoal

                                         "Por acaso não tenho o direito de fazer o que quero
                                           com aquilo que me pertence? Ou estás com inveja,
                                           porque estou sendo bom?" ( v.15)

                                                       
                                                                                  Este Evangelho de Mateus me trouxe um esclarecimento que me favoreceu compreender melhor como se faz a Justiça de Deus. Como agir para ganhar o Reino dos Céus! Para Deus não é mais importante a hora do homem , mas a sua hora! Não é mais relevante quem atende seu chamado primeiro, é simples , seu chamado por mim é constante , insistente, assim para todos.
                                                                                  Como fica mais fácil , quando procuro seguir os seus mandamentos sem preocupar-me apenas com a Lei dos homens, elas são necessárias, mas se cumpro   o projeto que Deus quer para mim,  sigo-a com os olhos voltados para Deus. Aprendo a ser ,acima de tudo, justa no que  vejo, no que sinto em relação ao outro. Quantas vezes durante o dia sou falha porque julgo, e ainda, precipitadamente, cometendo dois grandes erros... Primeiro porque não me cabe julgar ninguém , segundo porque a precipitação é uma armadilha do inimigo para me  atrair à sua rede.
                                                                                    Ser primeiro, ser escolhido pela excelência  e atributos não deve ser motivo de vaidade que acarrete arrogância e prepotência.
                                                                                     São dádivas advindas pela competência , mas  dons que  são dados pelo Espírito Santo. Não me deixe Senhor esquecer que a meritocracia, as benesses  são tuas em mim e não minhas por mim tão somente.
                                                                                      O Evangelho de Mateus mostra claramente que sem a caridade de entender a caminhada  do outro , sem   ater-me à hora em que fui chamada para servir e atendi  humildemente , sem levar em conta a bagagem dos que chegaram primeiro,  é fundamental para minha trajetória
                                                                                       No momento, Senhor, estou a experimentar caminhos que já seguia , mas agora  vejo com nitidez a tua luz a me guiar.
                                                                                        Agora sei  que a fragilidade de ser pequena , de ser nada  é a consciência de que é dessa forma que se chega a ter  " o coração puro de uma
criança", porque tenho a certeza de que estendo a minha mão é tu a segura , porque confio na tua misericórdia e sei que sabes o quanto sou frágil, o quanto necessito repousar em ti.
                                                                                         Quero ser capaz de receber o que tens para me dar , sem questionamentos, porque devo me dar por inteiro a tua causa, trabalhar na tua vinha , sem olhar a hora , sem me escravizar pelo tempo ciente da tua justiça, porque Tu és bom! Tu és Justo!

                                        Ensinai-me a cada dia , Pai do Céu , o que é ser justo.








www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br