quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Vou ao Senhor, meu Deus!



Jo 6,60-69




Eis-me aqui, uma vez mais, meu Senhor e  meu Deus!
Destituída de vaidade, de pensar próprio, inteiramente entregue em suas Mãos...
O Senhor sempre pede-me algo... aliás, pontua muitas coisas...
Cabe a mim aceitá-las ou não...
Se correr do Senhor, na certa, vou perder-me...
Sua Palavra fortalece-me a cada dia mais e mais...
Reflito-A e vejo a importância dela em minha vida... 
Ainda bem que não a questiono... que faço caso dela, considero isso uma Graça vinda do céu, vinda do Meu Mestre Amado...
A sua Palavra, o Pão descido do Céu é meu alimento  e sustentáculo cotidiano...
O Evangelho de hoje passou-me três frases chaves a serem questionadas...
Refleti-as... meditei-as.. contemplei-as...
Não tenho outra saída a não ser vivê-la, não mais!
O seu Espírito me dá vida...
Como sou-Lhe grata porque o Senhor  não abandona-me...
É meu Caminho... orienta a minha vida... com muita delicadeza e firmeza...
É fácil dizer sim ou não mas preciso ser consciente... se disser não, vai doer-me na alma... vou prejudicar-me muito...
Minha vida seria outra.. tomaria outro rumo se não tivesse o Senhor posto meus ouvidos limpos de toda imundície para ouvir sua Palavra, meu Deus...
A sua Palavra arde em meu peito... meu coração exulta ao ouvi-La...
Sustenta meus sofrimentos periódicos... reforça minha alegria ao longo dos dias meus...
Faz-me sempre ser corajosa testemunha de tudo que o Senhor fez por mim, meu Deus Bondoso e Fiel!
Que eu valorize sua Palavra, Senhor!


 “Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?”

“Vós também vos quereis ir embora?”

"A quem iremos, Senhor?"