sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Meu Fardo é Leve, Senhor!



Evangelho (Mt 11,28-30)

Senhor, quando o cansaço parece que vai render-me...
Quado estou super fatigada...
De repente, vem uma Luz no fim do túnel...
Vem uma mansidão inesperada...
A Humildade que não tenho, o Senhor me dá...
Meu jugo se torna suave...
Meu fardo se torna levíssimo...

É só quando olho para o lado que enxergo além do que aparenta ser...
Além da negritude...
E o fim do túnel vai ficando iluminado até ultrapassá-lo com ânimo e generosidade diante da sua Bondade magnânima e surpreendente...

Seu coração é tão compassivo... acolhedor...

Ano Santo da Misericórdia

Deixe-me ter acesso às Bem Aventuranças, meu Mestre! Sobretudo a mansidão... em qualquer circunstância mesmo quando sou humilhada...
Obrigada, Senhor!
De uma forma toda especial, agradeço-Lhe pela cirurgia do meu filho que deu tudo certo...
Até aqui o Senhor nos ajudou...