sexta-feira, 31 de julho de 2015

Preciso de sabedoria para ver além das aparências....




Evangelho: Mateus 13, 54-58



"Não é ele porventura o filho do carpinteiro? Donde lhe vieram todas estas coisas?"


Jesus não foi reconhecido nem identificado entre seus conterrâneos, tal o assombro que causou pela sua sabedoria e seus poderes miraculosos. A familiaridade cotidiana e a proximidade constituem antes um obstáculo à  compreensão daquilo que de extraordinário nele se manifesta, como sinal de que Deus o escolheu para ser Profeta e Messias. A falta de fé fecha o coração para o que é de Deus e impede ver além das aparências. A incredulidade impediu os Nazarenos de acolher no mais profundo do coração a Palavra de Vida.





O Evangelho me ensina que seguir a Cristo é procurar não a glória externa, mas a claridade interior; que Jesus foi rejeitado porque se mostrava "um dentre os outros". Mas é exatamente nestes, que ele passa ao nosso lado e quer ser reconhecido. Assim como outras pessoas, eu também não percebo o que há de extraordinário, numa vida sem nada de extraordinário, mas heroicamente vivida no testemunho da fidelidade e dedicação tanto mais real quanto menos evidente.

Sou superficial e metida a conhecedora dos outros e não aceito um "profeta", se não tem algo espetacular, algo fora do comum; não reparo em sua coerência de vida, em sua retidão de espírito, nas obras de justiça e santidade que pratica e ensina.
Sou, muitas vezes, influenciada por considerações humanas. Presto atenção nas limitações de quem me fala ou me aconselha e assim deixo passar a mensagem que o Senhor me envia. Preciso então de Sabedoria para ir além das aparências e ver a Graça Divina se manifestando entre meus irmãos e nos que me rodeiam dentro de casa. 

Senhor, não permitas que a rotina, a convivência, o dia a dia me faça insensível as graças que me envias através das palavras e atos de meus irmãos. Ainda que eles sejam imperfeitos como eu e nem sempre façam o que me ensinam. Amém.

*

Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor. Sl 69 (68)



http://meuoratorio.blogspot.com.br/




quarta-feira, 29 de julho de 2015

Eu creio que Tu és o Cristo, o Filho de Deus!


A história de Marta contada no Evangelho de hoje me mostra que o tempo de Deus não é o meu. Somente Ele sabe o momento certo das coisas acontecerem na minha vida. A mim, cabe esperar com fé e confiança. Confiança de que Deus fará o certo, o melhor!

Em vários momentos de minha vida me deparei com situações de morte, seja de um ente querido ou as "pequenas mortes" necessárias para que o novo surja, renasça. Em ambos os casos, é preciso força, coragem e muita fé para superar tais situações.

No primeiro caso, não é fácil perder um ente querido. Já perdi meu pai, meu irmão, avós... parece uma dor que não tem fim, mas a minha fé em Jesus me mostra a cada dia que eu não os perdi, na verdade, eu os ganhei numa vida nova, uma vida no céu para a eternidade. Conforta o meu coração saber que eles são intercessores no céu por mim e por toda a minha família. A fé em Jesus me dá esta certeza, Ele mesmo disse: "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá." (Jo 11, 25).

No segundo caso, é preciso também força, coragem e muita fé para buscar a conversão, mas ela somente é possível se eu me deixar morrer para o pecado, para os vícios, para o egoísmo, para a arrogância, para as pequenas atitudes no meu dia a dia que vão se tornando grandes e que me afastam do caminho de Deus. Estou preparada para essas pequenas mortes? Estou preparada para uma vida nova em Cristo? A conversão é diária! É preciso dar lugar a morte para que a ressurreição aconteça. Estou preparada para isto? Morrer para uma vida velha e renascer para uma vida nova em Cristo? "E todo aquele que crê em Cristo não morrerá jamais" (Jo 11, 26). É como se o próprio Jesus estivesse perguntando a mim: "Crês isto?"

"Sim, Senhor, eu creio que Tu és o Messias, o Filho de Deus que devia vir ao mundo." Assim seja!

Meditação do Evangelho de João 11, 19-27.



Santa Marta, rogai por nós!


Abraços fraternos,

Sileni Machado



quarta-feira, 22 de julho de 2015

Quando Termina a Procura...

Evangelho de Jo 20,1-2.11-18


                                             
Google Imagem

" Mulher a Quem Procuras"

                                                              Soou forte em mim esta pergunta de Jesus à Maria Madalena, ela na procura ansiosa de quem perde um amor  quando o encontra ressuscitado, movida pela fé do reencontro e crente na promessa, crê  e dá por cessada a busca...Agora resta a expectativa da continuidade da missão.
Como sou e como me vejo diante da morte de um ente querido... São tantos os questionamento de ordem material e espiritual... No sepulcro, Jesus venceu a morte  e nos restaurou para contemplação da sua glória no Céu .
                                                             A missão continua para os que ficam . Eis-me aqui Senhor, preciso  dar continuidade ao que permaneceu além da saudade . O exemplo de vida dos que partem para Deus, na experiência de um amor testemunhado na caridade e na fraternidade  é o que deve mover-me nesses dias de incerteza e expectativas. Preciso Te encontrar Jesus, sempre, preciso saber olhar os teus sinais, necessito buscar abrigo no teu coração, preciso de Ti na Eucaristia.
Enquanto viver Senhor prometo   sempre Te buscar  onde estiveres  até o dia quando terminar a procura aqui.



Maria Claudete:







domingo, 19 de julho de 2015

Jesus me ensina a ter compaixão!





A missão a qual Jesus me chama não é fácil, requer amor, dedicação e acima de tudo COMPAIXÃO! Como tenho  me saído na minha missão? Será que estou priorizando os ensinamentos de Jesus ou estou deixando de lado para priorizar as coisas do mundo? Será que estou tendo compaixão? Será que estou dedicando um pouco que seja do meu tempo para simplesmente ouvir ou estender a mão para o meu próximo, ainda que seja um familiar ou um amigo? Como tenho gastado o meu tempo? 

Na correria do dia a dia tenho parado para ouvir e meditar a Palavra de Deus? Tenho me dedicado a oração, momento íntimo com Deus tão necessário para o meu fortalecimento espiritual? Quantos questionamentos me faço, Senhor, ao meditar a Vossa Palavra! Que eu possa me renovar a cada dia através da oração, da escuta da Palavra, da Eucaristia para então sair em missão fortalecida, pronta para saber ouvir, ajudar, estender a mão a quem necessita com amor, dedicação, fé e compaixão! Assim seja!


Meditação do Evangelho de Marcos 6, 30-34


Abraços fraternos,

Sileni Machado


quarta-feira, 15 de julho de 2015

Jesus, Ajuda-me a Te Seguir...

Evangelho de Mateus 11,25-27
Reflexão Pessoal



                                     
                                    Senhor,  a cada dia me dirijo a Vós... As tribulações  sempre estão presentes a corroer minha estrada  a tolher minha caminhada . Olho-me no espelho interior e é-me devolvida uma imagem que não condiz , às vezes, com filha cheia de esperança  e porejando Fé... Por que Senhor?
Como apagar da minha alma a cicatriz carcomida que enfeia nesses momentos minha alma?
                                    Ajuda-me, Senhor, a ter forças para afastar com autoridade  essas influências maléficas que querem me atropelar.
                                    É tanta maldade disfarçada de bondade que fica difícil na fragilidade não sucumbir...
Anjos existem, eu creio, são pontes  que  me conduzem e incitam à oração... Preciso por ordem na minha relação de confiança e amor para consolidar a minha Fé fragilizada.
                                    Meditando o Evangelho de hoje  sei que a Graça que vem do Pai é transferida através do seu Filho Jesus  e segui-lo, é abraçar a Cruz, não questionar o sofrimento como estou fazendo agora...
Não quero ser sábia nem inteligente , o amor de Deus passa pela simplicidade dos que compreendem a sintonia intrínseca entre o Pai e o Filho  e sem acolher Jesus não há reciprocidade  de mim para Deus ...
                                    Por isso Te suplico, Jesus, ajuda-me a verdadeiramente Te seguir para ser acolhida pelo Pai!


http://claudete-viaspercorridas.blogspot.com/
                                     

domingo, 5 de julho de 2015

«Que sabedoria é esta que lhe foi dada? - Mc 6,1-6»


Ao meditar o Evangelho de hoje  (Mc 6,1-6) penso em como me sinto tantas vezes incrédula perante a Boa Nova do Senhor e  como o meu coração tal como um deserto árido se mostra obstinado em escutar a Sua Palavra e de O reconhecer nos simples e humildes, porque ainda julgo pelas aparências e não pelo valor e o conhecimento com que Deus os caracterizou, porque todos filhos Seus.

Meu Senhor e meu Deus, sabes que Te amo, ajuda a que o meu coração seja mais receptivo à Tua Palavra e incute em mim mais fé, mais amor, mais autenticidade, mais humildade para que na minha própria casa, entre os meus amigos e os que me estão mais próximos, me torne Tua verdadeira discípula e possa dar testemunho fidedigno da Tua Verdade, ouvindo-os e regozijando-me com as suas virtudes que tantas vezes me passam ao lado.
Que jamais o meu coração se feche ao Teu Amor reconhecendo-O nas coisas simples da vida e nos gestos e atitudes de cada irmão.


«Ficai connosco, Senhor, acompanhai-nos, 
ainda que nem sempre tenhamos sabido reconhecer-vos. 
Ficai connosco, 
porque as sombras vão-se tornando densas ao nosso redor, 
e vós sois a Luz; 
em nossos corações se insinua a desesperança, 
e vós nos fazeis arder com a certeza da Páscoa. 
Estamos cansados do caminho, 
mas vós nos confortais na fracção do pão 
para anunciar aos nossos irmãos que na verdade 
vós ressuscitastes e nos destes a missão de ser 
testemunhas da vossa ressurreição.»

Bento XVI




Abraço fraterno. Ailime

http://rotasdiferentes.blogspot.com.br/

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Senhor, Eu Creio!

 Jo 20, 24-29





                     O meu coração revela o quanto sou solicitada a acreditar na providência divina por todos os dias que o Senhor me brinda com o seu amor incondicional. Pois, quando presencio  nessa passagem, que o seu próprio discípulo duvidou  Dele, bem como, sentiu a necessidade de tocá-Lo para realmente acreditar no Cristo Vivo, ao ponto de pedir uma prova real de que ali, Ele estava.
              Muitas vezes, me coloco assim como Tomé . Portanto, esteja sempre atentos aos sinais de Deus  e da Unção do Espírito Santo sobre  mim, para  não decepcionar Aquele que derramou o seu sangue pelos seus filhos amados. Enfim, não devo esquecer que valho cada gota desse sangue.  
Que a paz  do Senhor, esteja com você hoje e sempre, para que possa resplandecer e revelar a face do Senhor a todos.

http://profetizandotudoposso.blogspot.com.br/

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Liberte-me do Mal, Senhor!

Mt 8,28-34

Jesus, onde o Senhor passa, todo  mal é destruído e comigo não acontece diferente...
Toda possessão que há em mim seja destruída pelo seu Santo Poder!
Não me deixe consentir no  mal... Dissolve-o em mim... Não direcione-o a ninguém nem a nada, por favor...
Constantemente ele vem rondar-me  mas, afasta-o, Mestre... por Piedade...
Retire de mim, meu Senhor e meu Deus, toda impureza e situação pecaminosa!
Que a Vitória sobre toda situação seja sua, afinal!
O sistema opressor social, pessoal, moral, comunitário seja retirado, urgentemente, do  meu coração!
Hoje quero, publicamente, testemunhar o seu Poder sobre toda espécie de mal que ronda-me para tirar a paz e a alegria que o Senhor deseja para mim...
Amém!
Em tudo seja Deus glorificado!


Para que eu possa ser sempre assim pela sua Graça, Senhor:

Eu Sou Transformação

Tenho consciência de culpa 
do passado...

Mas, hoje, sou nova luz!
Mantenho-me viva,
Descongelo-me!

Caminho o mais humanamente 
possível...
Tenho um nova energia vital.

Precisei de muita conversão
Para dar sentido... 
à minha vida.

Olho, com doçura, 
o mundo e todo mundo.

Por mais que parecer possa,
Minha imagem não é falseada...