terça-feira, 8 de março de 2016

Qual a Minha Relação com Deus?





Evangelho de Jo 5, 17-30
Reflexão Pessoal

Meu Pai  trabalha sempre, portanto também eu trabalho” ( Jo 5,17)
                               
                                 Viver tornou-se um desafio... As iniqüidades  se perpetuam e como um rio caudaloso avançam  poluindo e destruindo  por onde passam...Nações são  corrompidas  no bojo de suas   ações, sociedades desestimuladas     capengam por estradas     não trafegadas por  sensatez moral cristão e ética.
                                              É desolador... O que falta?                                                                                         
                                 O Evangelho de João nos  revela a  íntima relação entre  Deus Pai e seu Filho Jesus; plena e constante , intrínseca... A simbiose de  amor é única!”  O Pai ama  o Filho” ( Jo 5,20).

                                               O Filho veio para realizar a vontade do Pai, e os que crêem no Filho e
Seguirem seus ensinamentos na prática  do Bem ressuscitarão para Vida, entretanto  os que enveredarem pelo Mal  encontrarão a condenação (  Jo 5, 29).

                                                 Qual a minha Relação com Deus?  Nesse contexto  que mexeu comigo?
                                                  Faço-me primeiro a pergunta: Há limite para Amar? 

Essa é a única manifestação afetiva, no significado e certeza de que estamos sendo misericórdia para os outros trabalhando  na unidade fraterna, que não tem limite!
                                                  Se sigo o Filho, como Ele obedece ao Pai honro o seu nome.
Preciso ser cega às fraquezas humanas, surda  aos barulhos inquietantes do coração angustiado pela falta de amor e perdão  e muda  para não proferir palavras desconexas e reveladoras  do que me vai nesse coração. .
                                                    Não posso permitir que o inimigo me use nos momentos de instabilidade, quer seja em decorrência  do agir dos que “ trabalham”  em causa própria simplesmente, quer seja no “desmonte “  dos pilares que sustentam a Família, a Igreja , a Sociedade como um todo.
                                                    Como dói sentir que a raiz dos males que atualmente se abatem sobre  nosso país  está relacionada à falta de Deus na vida desse povo..Como dói ver que muitos substituíram Deus pela idolatria explicita ao “ Homem” . 
                                                     Que eu consiga Senhor ter uma Fé viva movida pelo trabalho de evangelização na comunidade em que vivo, que vivendo a experiência do Deus vivo  possa transmitir e tocar pela ação do Espírito Santo corações que se abram ao teu amor misericordioso.
                                                       Tudo sem questionar  o dia nem a hora , não me deixe  usar o “cansaço” como disfarce para a preguiça de  trabalhar na obra do Senhor.
                                                        Todo o pouco que eu  fizer  é muito para Deus  e sozinha nada sou, sozinha nada faço ...Que  a unidade buscada na união com os companheiros de caminhada  deem frutos  que lave , purifique e  me faça crescer  na vida nova em busca da salvação que só tem valor maior quando no coletivo para honra e Glória do Pai e do Filho  .                                             
                                 
                                 

                                                       Preciso Trabalhar na Tua Obra Senhor,
                                                            Senhor de Misericórdia , ouvi-me!
www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br