domingo, 3 de julho de 2016

«A seara é grande e os trabalhadores são poucos»

Reflexão à luz do Evangelho de Lucas 10,1-12.17-20


«A seara é grande e os trabalhadores são poucos», diz-me o Senhor. Tão actual  a sua mensagem, Senhor, meu Deus. Hoje como há dois mil anos O Senhor me envia a ser Sua testemunha, não me detendo, seguindo-O com firmeza e anunciando-O a todos os irmãos sem excepção, em acções concretas do dia-a-dia. A oração é a minha arma para enfrentar este caminho cada vez mais árduo, nesta difícil missão de evangelizar, de ser pedra viva do Templo do Senhor. Há uma grande resistência por parte da sociedade em geral em aderir à Palavra de Deus, num momento em que o mundo atravessa grave crise de valores e a falta de fé grassa no coração dos homens. A Igreja da qual sou membro necessita de pastores arrojados e firmes e cristãos convictos e disponíveis, onde me incluo, que, com espírito de missão e unidos, possam com simplicidade e total despojo dar testemunho real do Reino de Deus. Não posso limitar-me a assistir apenas à missa para lavar minha consciência. Devo agir com prontidão de modo a que  outros irmãos sintam cada vez mais o apelo da adesão ao projecto de Deus e apoiar a reconduzir companheiros de jornada que se desviaram do Seu caminho, sempre  com espírito de serviço e missão. Necessito ajudar a que a minha igreja se torne activa, alegre e motivadora para que as novas gerações que tão desviadas andam dos caminhos do Senhor se sintam seduzidas pelo Amor de Deus.

 Prece
Peço a Deus  que pela acção do seu Santo Espírito dê muitas e santas vocações à Igreja e me ajude e ilumine e a minha comunidade a sermos cristãos mais capazes, mais atentos às necessidades de cada outro, caminhando com alegria para a Sua Casa auxiliando a que muitos mais irmãos se sintam impelidos a segui-Lo.

http://rotasdiferentes.blogspot.com.br/