terça-feira, 19 de julho de 2016

Uma colheita custosa - Mt 13,1-9



"Que todos sejam um,assim como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti, para que eles também sejam um em nós:eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade". (Jo 17,21.23)

As sementes que Jesus fala em sua Parábola, que caíram em vários lugares e algumas floresceram e outras não, são os atos que pratico
os exemplos de vida que dou em minha caminhada e o exemplo que dou, uns seguirão, outros nem perceberão e outros perecerão rapidamente.
Tenho que ser semente boa, para florescer sempre.
Jesus gostava de Parábolas, usava de alegorias, por que desta forma ele conseguia atingir o coração de todos, pois usava do dia a dia das pessoas para contar suas histórias.
Infelizmente até hoje tem terrenos não férteis, como a maioria dos governantes que só pensam em si e o povo que se dane, como era no tempo de Jesus, não mudou muita coisa não.
A minha semente é cada ato que pratico, se eu praticar só coisas boas, quem está ao meu redor com certeza aprenderá a ser bom também, mas se eu fizer o contrário o mesmo acontecerá, tenho que ser sempre semente boa e semeadora da palavra de Jesus.
Esta semente que Jesus fala nesta parábola, é Ele próprio, Ele não diz quem é o Semeador, mas prestando bem atenção vejo que o semeador é Jesus, que quer semear em meu coração “o caminho, a verdade e a vida” e só cabe a mim, aceitar ou não estas sementes e deixar que floresçam e cresçam em mim, para que possa atingir outras pessoas, da minha comunidade e da minha família e ser sua semeadora também.
E devo ficar atenta, para sentir se os outros estão florescendo e se estão sendo boas sementes, podendo florescer também e assim encher o mundo de sementes do verdadeiro amor de Cristo Jesus.

Ajuda-me Jesus a ser semeadora da tua palavra, do teu amor e da tua misericórdia, amém!
           Paz e bem!
                Maria Teresa