quarta-feira, 5 de outubro de 2016

O Pão de Cada Dia...

Evangelho de |Lc 11,1-4


                                  "Dá-nos a cada dia o pão de que precisamos, "(v3)

                                                         
Google imagem


                                                  No evangelho de Lucas, nessa narrativa, fica evidente a singeleza e síntese do amor de Jesus pelo Pai e da insistência de ensinar a reverenciar e idolatrar o Pai Misericordioso, Ele próprio que sempre buscava na oração a força do altíssimo exemplificava como orar a partir da fraternidade, da partilha, do amor e do perdão com e ao irmão.
Imitadores de Cristo é assim que devo ser!
Fácil não é... infelizmente ainda vivo intensamente "as coisas do mundo"... 
Por que esse comportamento? Por que fracasso? Por que não lembro, em alguns momentos de tribulação, que O Senhor está acima de tudo, que seguí-LO, chamar pelo seu nome é tê-LO junto a mim?
É porque o meu coração, naquele instante, está contaminado  pelas "coisas do mundo", o que sai da minha boca é impuro, interfere no meu pensamento e negativa minhas ações!
Isolar-me do mundo? Não, jamais!
Jesus sempre mostra o exemplo de coragem, de  resistência, de vitória, de perdão, de redenção e remissão .
Dos pecados... por mim. Ele morreu na cruz, Por mim remiu meus pecados ... E continua se doando na Eucaristia, continua  iluminando minha vida através do Espírito Santo, 
Viver no mundo é preparar a caminhada para o Reino prometido... Maria  Mãe  minha e sua também, intercessora  que mostra a mim  o caminho  para seguir seu filho Jesus, guarda-me debaixo do seu  seio acolhedor, do seu carinho e abraço que consola e gratifica. 
Eu creio!
Esse é o Pão de cada dia que devo partilhar... Adquirir através do trabalho honesto, dividir com o necessitado, comer  sendo grata, agradecer, agradecer, agradecer o que esse Pão  que alimenta o físico e fortalece o Espírito representa, porque, se vejo nesse Pão de cada dia O Senhor e a sua grandeza,  sou fortalecida e abençoada ... Na simbologia da Santa Ceia  onde  O Pão e o Vinho antecipam  o que estar  por acontecer  a entrega absoluta de Jesus,  através daquela partilha, contextualiza para mim o Sagrado gesto que se repete durante a Santa Missa e em outros momentos.
Como adoradora  te peço Senhor: Dai-me um coração puro!
Como adoradora te suplico ensinai-me a amar e perdoar!
Quero ser digna do Pão que a cada dia me ofereces...
Amém!





Google Imagem


                                                                                                   
      www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br