domingo, 18 de dezembro de 2016

Eis-me aqui, Senhor!



Maria, através do seu SIM, num extremo gesto de humildade e simplicidade permite que venha a mim o meu Salvador. José, homem justo, temente a Deus, aceita sua condição de desposar Maria, que foi concebida pela ação do Espírito Santo. O plano de Deus cumpre-se! Cada um fez a sua parte para que a missão fosse cumprida com êxito! E de minha parte, o que tenho feito para que essa missão de AMOR tenha continuidade? Sou humilde, sou paciente, sou obediente como Maria?  Sou justa, corajosa e temente a Deus como José? Aceito a minha missão com amor, humildade e disponibilidade ou será que estou sempre arrumando desculpas, colocando empecilhos, acomodando-me na minha vidinha confortavelmente de modo a não querer pensar em sacrifícios ou abnegação?

Seguir Jesus pode ser para muitos sacrifício, mas Deus não quer sacrifícios, Deus quer AMOR. Jesus se fez homem, humanizou-se para me humanizar, total gesto de abnegação, que tenho feito para retribuir tão grande gesto? Quais respostas tenho para Maria, José, Jesus, Deus diante de toda a história da Salvação? Não tenho melhor exemplo que o de Maria e José e tão pouco tenho maior exemplo que Jesus que tudo me ensina através da sua Palavra. O que posso mais querer se com Jesus tenho tudo? Só posso agradecer e colocar-me à disposição como serva fiel e obediente: Eis-me aqui, Senhor! Faça-se em mim segundo a Tua vontade! Que o AMOR que é o próprio Jesus reine na minha vida, no meu coração e que não morra em mim, mas que se espalhe, não com palavras que voam e se perdem com o vento, mas com gestos e exemplos que permanecem para sempre. Que eu também possa, assim como Maria, gerar o Cristo, mas não na forma física, mas em gestos de AMOR para com o próximo! Assim seja! ❤

Meditação do Evangelho de Mateus 1, 18-24.


Abraços fraternos,

Sileni Machado