quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Os Santos Inocentes de ontem e de hoje



Evangelho: Mateus 2, 13-18


"O Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e disse-lhe: Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise!"


José sabia que o Rei Herodes queria matar o Menino Jesus, por isso fugiu para o Egito, mas não imaginava que derramasse o sangue de tantos inocentes. Os inocentes continuam sendo inocentes e seu sangue derramado...
Será que o sangue, a dor, o grito inocente das crianças de hoje não são um alerta para o mundo que está morrendo porque não acolheu a Vida e a Luz?

Afinal, o que faço de minha vida, de minha inteligência, de minhas conquistas?

Para que serve a vida sem o sentido de tê-la?
E por que lamento a sorte dos inocentes quando a determino com minha tristeza de viver?


Neste Natal, com tantos sinais de violência e de morte que estamos vivendo, Jesus vem para o nosso meio, representando todas as crianças indefesas que todos os dias morrem, antes de nascer pelo aborto e, depois, pela fome, violência ou guerra. Ele vem como Luz para caminhar com a humanidade, vencendo toda a treva da morte e nos libertando do mal, porque Jesus é o Deus de Amor!


Zui Galvão
Feliz Natal!