domingo, 24 de dezembro de 2017

De Maria nasceu o Salvador!



O ventre de Maria abrigou o Salvador do mundo! Que eu possa fazer do meu coração morada eterna de Jesus! O Menino nasce para ensinar o verdadeiro amor a toda a humanidade. Este aprendizado é constante na minha vida, é o que me faz compreender o sim de Maria e tê-la como exemplo de esposa, mãe e mulher dedicada a servir a Deus na sua plenitude sempre com muita fé e esperança.
"Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!" (Lc 1, 28). Alegria que se faz presente no meu caminhar, no meu viver, pois sei que Deus está comigo todo o tempo! O que temerei? As angústias e incertezas que, por vezes brotam no meu coração, são frutos do meu pecado, mas a bondade e misericórdia de Deu não tem fim! NEle tudo posso! "Porque para Deus nada é impossível!" (Lc 1, 37). Eu creio! "Faça-se em mim segundo a tua Palavra!" (Lc 1, 38). Sim, Senhor! Eu quero gerar o Cristo para mim mesma e para o meu próximo! 

Que eu seja o sal que dá sabor, a luz que dissipa as trevas, o amor que se regozija na verdade e somente a verdade hei de buscar que é o próprio Cristo Jesus, Sal da terra e Luz do mundo! A Ele toda honra, glória e louvor para sempre! O coração ardente e amoroso que anseia a chegada do Menino Luz transborda de alegria porque hoje é Natal! "Nasceu para nós o Salvador que é o Cristo Senhor!" (Lc 2, 11). Aleluia!! Dai-me, Senhor um coração manso e humilde como o Vosso, mas acima de tudo um coração capaz de propagar o amor, a paz, a solidariedade e que somente a bondade permaneça, não somente no Natal, mas em todos os dias do ano. Assim seja! Amém!!

Meditação do Evangelho de Lucas 1, 26-38; 2, 1-14.



Abraços fraternos,

Sileni Machado
Vivendo e Aprendendo
Fotos e Prosas


segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Meu Domingo da Alegria









Jo 1,6-8.19-28


Quem és, então?
Foi perguntado a João Batista ...
Ele respondeu categoricamente que não era digno sequer de desamarrar as sandálias do que estava para chegar ...
Senhor ,  perdão por não ser humilde o suficiente como João ...

Sei responder,  com sinceridade, que Jesus é meu Mestre e Deus?

Calo-me diante tal pergunta e silencio-me diante do meu Deus e Senhor...

Aplainando meu caminhar tortuoso, nesta reta final a caminho do Nascimento do Menino Deus...
Sei que  não sou digna de evangelizar ... mas aqui estou , Senhor !
Na alegria antecipada do Menino Jesus que vai nascer em meu  coração... mesmo sendo como eu sou ... vivo já na alegria de ser perdoada e salva...



Senhor, nestes dias que antecedem as festas de final de ano, todos excedemos na comida, na bebida, na dança e no canto...
Vêm os dias não tão bons e já paramos com os festejos na alma...
Não devo julgar ninguém se come, bebe, dança e canta (ou outros) porque eu acabo que invento defeitos, falhas alheias, erros no alvo para os irmãos e não vejo que eu faço o mesmo se duvidar...
O julgamento alheio é meu próprio mal...
Senhor, não deixe que eu fique observando o que fazem meus irmãos e sim, que eu seja comedida nos atos, nas emoções e intenções..
Ajude-me, Pai Amado, a não ser condenadora dos meus semelhantes!


Quem és tu que queres julgar, / com vista que só alcança um palmo, / coisas que estão a mil milhas?
(Dante Alighieri)






sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

O SENHOR HÁ DE VIR, ACORREI-LHE AO ENCONTRO...





Meditação do Evangelho de Mateus  11, 16-19

E eu faço parte dessa geração, Senhor, que não sabe o que quer, que parece não ter objetivos nobres na vida, que parece se conformar com a vida material. Vive correndo atrás da glória do mundo, se satisfaz com máquinas, e com tudo aquilo que possa ser prazeroso aos sentidos. Prostram-se ao ouvirem as vozes do” mercenário”, e pouco ou nada param, para ouvir a voz do bom  pastor. Ousam criticar, ridicularizar, zombar…

Livra-me, ó Deus, de seguir por veredas que não me conduzam a Ti.  Dá-me iluminação para que eu reconheça a Vossa sabedoria, sempre, através das muitas graças que são derramadas no meio de nós. Concede-me, por Vosso amor, uma consciência maior, a cada dia, a fim de que eu saia da superficialidade e adentre à espiritualidade, lá onde o Vosso Reino já acontece.

 E que o espírito de Natal venha sobre toda humanidade, varrer a incredulidade e  trazer a certeza da nossa esperança, de que estás conosco, pois, pra isso vieste, e tornarás a voltar.


Um feliz e abençoado Natal para todos!

domingo, 10 de dezembro de 2017

Preparando o Caminho.

2º Domingo do Advento

                                                               Coroa do Advento
Evangelho de Mc 1, 1-8
Reflexão Pessoal

                                                 Eis que estamos na segunda semana de preparação para irmos ao encontro  do Senhor. Se essa busca é diária , a cada hoje, a cada agora, porquê essa preparação especial direcionada?
                                                Hoje , a figura profética de João, nos responde de forma determinante.
Apontando o caminho , e instruindo a forma de reconhecer Jesus e seguí-lo em todas as circunstâncias.  E para que aconteça de verdade a conversão pela adesão irrestrita se faz premente.
                                                Estou eu realmente convertida ao amor de Deus?
                                                Ele é o Senhor absoluto da minha vida?
                                                Coloco-O em primeiro lugar acima de todos e de tudo?
                                                Faço da confissão uma conversa diária com Deus?
                                                Busco com humildade um confessor como penitência?
                                                Procuro ter um coração manso e humilde como Jesus?
                                                Amo próximo como a mim mesma?

                                                 Senhor ,na tua imensa Bondade e Misericórdia, nada me exiges, a nada me obrigas, tão somente mostra o caminho a seguir  anunciado por João:
                           "Esta é a voz daquele que grita  no deserto: preparai o caminho do Senhor :                                            endireitai suas estradas "( v.3)



                                                                                Eu sou esse deserto Senhor, tomo posse dessa ordem e quero modificar com novas atitudes, compromissos  assumidos na tua obra   sem lamentações, recebendo para tua gloria   as alegrias e tribulações que advirem. 
                             Esse tempo do Advento, é favorável  para que reflita ,abra o coração para que entres e eu possa assumir que de verdade pertenço a Ti.
                             Repensar minha vida em familia, em comunidade,como estou trabalhando os valores e principios que me  norteiam é tudo que venho buscando.
                             
                              Que no Natal esteja preparada para deixar fluir em mim a singeleza do Sim de Maria que humildemente sem as alegorias do mundo recebeu e nos deu o Salvador Jesus!
                               
                               Hoje a graça que peço a Deus é essa! Sem entrega e abandono nada serei.



                                             

domingo, 3 de dezembro de 2017

"Vigiai!" - 1º Domingo do Advento

Evangelho de Marcos 13,33-37 

(Reflexão)


Neste primeiro Domingo de Advento, em que se inicia o novo Ano Litúrgico, sou convidada a vigiar, a orar e a converter-me. Tempo privilegiado de alegria e esperança na expectativa da vinda do Senhor, Deus encarnado, que vem e virá e me convida a que, com firmeza, e em cada dia, caminhe na solidariedade e na partilha.

O Evangelho de Marcos impele-me a vigiar tal como o porteiro da Parábola. Todos os porteiros são os servos submissos do Senhor, que dão testemunhos, proclamam a paz e a justiça, promovem o perdão e a fraternidade, estão alertas e vigilantes com os compromissos do Reino. Assim deve ser a minha postura empenhada na construção do Reino e de um mundo melhor.
Como o posso fazer? Aprofundar a minha fé e estar sempre atenta às necessidades dos outros -  quem vive só, os doentes, os excluídos da sociedade, entre outros, -  que tantas vezes ignoro.
Mas também na família devo ter uma conduta que espelhe o meu amor a Jesus pelas minhas atitudes e exemplo.


Vigiar é, pois, o meu encontro com o Senhor no tempo presente estando desperta para o essencial, na expectativa da sua vinda.

domingo, 26 de novembro de 2017

Quero ser ovelha!



"Os justos irão para a vida eterna." (Mt 25, 46)

As minhas atitudes ao longo de toda a minha jornada nesta vida poderá se resumir a ser ovelha ou ser cabrito, a receber como herança o Reino que Deus me preparou ou ir para o fogo eterno. A escolha é somente minha! Eu tenho em minhas mãos o poder da decisão! O que estou eu fazendo para merecer a recompensa ou o castigo? Jesus alerta-me a ser ovelha, que se desgarra sim, mas quando ouve a voz do pastor, segue-o sem titubear, é mansa, dócil e obediente, enquanto que o cabrito é, por natureza, turrão, rebelde, briguento e não se deixa ser conduzido!
Porém, para a ovelha seguir o seu pastor ela precisa conhecê-lo, amá-lo, ter confiança nele! Trazendo  todo esse ensinamento para a minha vida, chego a conclusão que quero sim ser ovelha, mas não basta apenas querer, é preciso antes de mais nada conhecer o pastor! E o meu Pastor é Jesus Cristo! Quanto mais eu O conheço mais eu O amo, quanto mais eu tenho confiança nEle mais entrego a minha vida a Ele! 
No dia do juízo final, quero entrar para a morada eterna, quero estar à direita e ouvir do Rei "Vinde, benditos de meu Pai!" Por isso, a cada dia, busco cultivar o amor, a paz e a mansidão! Que a vara e o cajado do Bom Pastor possam me guiar para os pastos verdejantes, para as águas tranquilas, me livrando assim de todo o mal!  Amém!

Meditação do Evangelho de Mateus 25, 31-46.


Abraços fraternos,

Sileni Machado



sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Liberta-me Senhor Jesus! (Lc 19,45-48)


“A cruz de nosso Senhor Jesus Cristo deve ser a nossa glória: nele está a nossa vida e ressurreição; para os salvos, como nós, ela é poder de Deus”. (Gl 6,14; 1 Cor 1,18)


“Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, por que deles é o reino dos céus”. (Mt 5-10)

Na época da Páscoa, vinham pessoas de todos os lados para Jerusalém e muitos não podiam trazer animais para o sacrifício para o perdão dos pecados, pois vinham de muito longe  então eles trocavam as suas moedas no templo com a moeda do lugar, os líderes religiosos permitiam que montassem suas barracas dentro do templo, mediante um aluguel.
A casa de Deus estava sendo usada de maneira errada, mas eis que Jesus chega e expulsa todos eles do Templo, derrubando mesas e dando umas chicotadas nos hipócritas.
Jesus ensinava todos os dias no Templo e os sumos sacerdotes, não o entendiam ou se faziam de tolos e arrumavam um jeito para matá-lo, mas não descobriam como, pois o povo era fascinado por Jesus.
Jesus ficou triste com a transformação do Templo em um covil de salteadores, estavam transformando a casa de Deus num espaço de enriquecimento ilícito e pecado.

A expulsão dos vendilhões, foi para restaurar a casa de Deus, lugar de oração e aprendizado da palavra de Deus.
Agora Jesus podia de novo pregar para o povo e este povo ficava cada vez mais encantado com as palavras de Jesus.
São Lucas diz: ”Está escrito: minha casa será casa de oração. No entanto, vós fizestes dela um antro de ladrões”.

Expulsa de mim Senhor tudo que for ilícito.
Tudo que for injusto.
Tudo que não seja puro.
Não permita Senhor que eu faça de sua casa, 
lugar de barganha ou de compras e vendas.
Não permita Senhor que eu explore meus irmãos, 

em nenhum momento da minha vida
Liberta-me Senhor de tudo que não agradar a Vós 
e faça de mim sempre uma serva humilde e caridosa!
Liberta-me Senhor!


Doador dos meus Talentos





"Tudo o que de bom há em nós é um puro dom de Deus."
(Santo Padre Pio de Pietrelcina)

(Mateus 25,14-30)

`Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco que lucrei’. 

Muitas vezes, eu dei retorno ao Senhor meu Deus de diversas maneiras...

`Muito bem, servo bom e fiel! como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’ 

Senti a fidelidade sua em minhas ações e movimentos tanto internos como em ações concretas...

`Senhor, tu me entregaste dois talentos. Aqui estão mais dois que lucrei’. 

Fico feliz e me alegro muito quando faço feliz ao meu Senhor na pessoa dos meus semelhantes...

`Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’ 

Vi sempre a sua Ação extraordinária em minha vida, me amparando e me dedicando todo carinho como se eu fosse filha única...

`Senhor, sei que és um homem severo, pois colhes onde não plantaste e ceifas onde não semeaste. 25Por isso fiquei com medo e escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te pertence’. 

Mas, quando sinto medo, que vergonha sinto um tempo depois! Com posso temer se o meu Deus é que tudo faz e eu sou apenas um instrumento?

`Servo mau e preguiçoso! Tu sabias que eu colho onde não plantei e que ceifo onde não semeei? Então devias ter depositado meu dinheiro no banco, para que, ao voltar, eu recebesse com juros o que me  pertence.’

Pois é, perdão, meu Mestre, se sou indiferente à dor humana como um todo, se sou preguiçosa, muitas vezes, se não aplico o que me deu com tanto ânimo em forma de dons e talentos!

`Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 

Tem misericórdia da minha pequenez, meu Mestre Amado!

Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Ali haverá choro e ranger de dentes!’  

Não me deixe ser uma serva infiel e inútil a tanto que recebi de Ti, meu Deus e Senhor!
Mesmo que eu não seja digna de sua generosidade aos extremos, perdoe-me e me põe novamente no caminho da restauração e da animação mesmo diante da incompreensão alheia e da falta de retribuição de toda e qualquer doação que eu tenha feito porque sei que a Força eu tive do Senhor e não teria feito nada por mim mesma.
Pena que eu não saiba amar nem ao Senhor nem aos meus irmãos com a mesma intensidade, Pai Amado!
Perdão! 




"Sem Jesus, você nada pode fazer." 
(Santo Padre Pio de Pietrelcina)




"Ó Jesus, coroa e prêmio inefável daqueles que se distinguiram com humildade e heroica fidelidade na imitação de tuas virtudes e, de modo particular, na generosa participação de teus sofrimentos, para se tornarem zelosos e infatigáveis apóstolos na salvação das almas, eu te peço, com firme confiança, que me conceda por intermédio de Santo Padre Pio de Pietrelcina a graça que ardentemente desejo."





domingo, 12 de novembro de 2017

A Vigilância na Minha Vida

Refletindo o Evangelho de Mateus 25,1-13


                                                Figura 1

                                                 Hoje o Senhor me dá, através desse Evangelho, uma ordem bem explicita no versiculo 13 e  bem representado na figura 1.
                                                 Como tem sido minha vida em relação ao cumprimento da vontade do Senhor?  Olho meu cotidiano e vejo que Deus me ama muito, pois mesmo diante das minhas vacilações e fraqueza ele me toma no colo , aquece meu coração e me consola no sofrimento e na dor.
                                                   Por que sinto isso? Porque  quando mais fraca e vulnerável fico e lembro de clamar pelo seu nome  sinto a força do seu amor que me levanta , me invade e me deixa extasiada e grata por crer que  sem ele nada sou!
                                                   

                                         figura 2

                                         Conhecer minhas limitações fortalece o elo de minha relação com Deus. Sei que não sou perfeita, sei minhas falhas ,mas  tenho uma ânsia de viver o seguimento do que  Jesus ensinou, acreditar que não é fácil a caminhada e que o esforço é necessário constantemente para vencer os obstáculos que se colocam à frente . Preciso vigiar , orar . A vigilância é que administrará essa relação com as coisas do alto e a realidade do mundo.
                                
                                        A figura 2 , A parábola do Evangelho de Mateus compara o Reino dos céus " é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo (v 1). Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes"(v.2)

                                       Entendo que se quero entrar no Reino dos Céus , devo, aqui no mundo ,usar de cautela  e saber discernir minhas atitudes  , ter humildade para usar de sabedoria nas minhas escolhas  e sobretudo sempre na invocação ao Espírito Santo através da oração fazer as opçoes corretas. Ser prudente , ser vigilante.



                                             figura 3

                                              Nunca vou saber a hora que estarei diante do Senhor, esse encontro dependendo da minha caminhada ,da minha vigilância e prudência será recompensado .
                                               O Senhor  convida e mostra o caminho .


                                        figura 4

                                         A promessa  do Senhor é para todos, pois ama a cada um de nós de forma particular e especial, precisamos ser previdentes e estarmos preparados para esse encontro com o Senhor. 
                                                         ORAÇÃO

                       Senhor não quero que a porta do reino se feche para mim ajuda-me a sempre buscar o caminho certo e ser cada vez mais vigilante comigo na realização da missão que me confias, porque sou apenas instrumento nas tuas mãos e como o barro na mão do oleiro modela,transforma , renova minha vida  que coloco ao teu serviço porque a Obra é tua.


escrito por maria claudete

www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br

domingo, 5 de novembro de 2017

«Quem se exalta será humilhado..."

Evangelho de São Mateus, 23, 1-12

(Reflexão)


A justiça do Reino era incompatível com certas atitudes dos mestres da lei e dos fariseus e Jesus tentou precaver os seus discípulos contra os maus exemplos destes que procuravam os lugares de destaque não observando a lei do Senhor.
Ninguém é maior que ninguém, porque todos são filhos do mesmo Pai.
Tal como os sacerdotes também eu sou chamada a seguir Jesus e a acolher os seus preceitos, no sentido de fazer a sua vontade, não com superioridade, mas antes com humildade em união com os irmãos.
Só com disponibilidade e espírito de missão devo servir o Senhor. Tudo o que possa fazer será em seu favor e jamais para obter honras que me afastariam do cumprimento da sua verdade.
Só Ele é o meu único Deus e Senhor digno de ser honrado.


Oração

Pai, reveste-me de humildade e simplicidade, para que eu seja disponível para servir o meu próximo, na mais pura gratuidade.



sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Jesus é o tempo novo - Lc 12,54-59



“Proclamai as nações a sua glória, a todos os povos, suas maravilhas! Por que o Senhor é grande e digno de todo louvor”. (Sl 95,3-4)

“Ide por todo o mundo, diz o Senhor e anunciai o Evangelho a todas as criaturas” (Mc 16,15)

E Jesus se viu mais uma vez no fogo cruzado entre os fariseus e saduceus, que pediam a Ele um sinal.
Mais uma vez tentaram fazer uma armadilha para Jesus.
Na hora que peço algo a Jesus, não o coloco na parede, mas imploro humildemente e que se faça a sua vontade.
Esse povo era um povo de fé caricata e sem pudor.
Eu simplesmente creio no amor de Jesus por mim.
Jesus fica triste de ver que eles não entendiam que o “Reino de Deus” estava entre eles, estavam cegos e surdos para entender de que Jesus falava ou entendia e fingia que não, por que eram arrogantes e se diziam os donos da verdade.
Eles não viam em Jesus o filho de Deus, àquele que veio para salvar a humanidade.
Procuro entender o momento que estou vivendo e procuro sentir os sinais que Deus está me dando naquele instante.
Se eu não estiver atenta aos sinais de Deus, corro grande risco de seguir caminhos tortuosos e isso eu não quero para mim e nem para os que eu amo.
São Paulo me indica meios para isso: a humildade, a mansidão, a paciência.
Tenho que buscar sempre o que une e não o que divide como dizia João XXIII.


Senhor Jesus, corrige em mim tudo que me impede de me entregar inteiramente ao senhor, minha cegueira, minha impaciência, cura Senhor, não quero ser como os fariseus e saduceus, cura-me Senhor!

(IMAGENS DA WEB)

domingo, 22 de outubro de 2017

A Deus pertenço!



Jesus mais uma vez ensina-me uma grande lição: "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus." (Mt 22, 21). Neste contexto, César representa a política, a sociedade, a comunidade em que vivo, assim tenho obrigações e responsabilidades as quais preciso cumprir para viver bem em comunidade. Mas acima de tudo isso está Deus, Senhor de todas as coisas, o meu Senhor! E o que Ele mais deseja é a minha adesão à Cristo e a de todos nós para que o Reino de Deus se faça presente aqui e agora. Eu não tenho em mim a imagem de César, mas tenho em mim a imagem de Deus ("Deus criou os seres humanos à sua imagem e semelhança, homem e mulher os criou." Gn 1, 27), portanto pertenço a Deus e somente a Ele devo a minha vida.

Jesus não entrou em discussão com os fariseus acerca de questões políticas, se deve ou não pagar os impostos, Ele foi além! Ele me fez refletir profundamente sobre a importância de Deus na minha vida: reconheço-O como o meu único Senhor? Tudo o que sou, tudo o que tenho entrego nas mãos de Deus?

Sim, Senhor! Tu és o meu único e verdadeiro Deus! Vivo sim em comunidade, em sociedade, num mundo com ofertas sedutoras demais, mas tenho a plena certeza de que somente o Senhor pode me direcionar, me orientar porque Tu és o Caminho, a Verdade e a Vida! Assim, não tenho o que temer nem o que duvidar! Sou de Deus, a Deus pertenço e em Tuas mãos entrego todo o meu ser e toda a minha vida! Assim seja!

Meditação do Evangelho de Mateus 22, 15-21.


Abraços fraternos,

Sileni Machado


sexta-feira, 20 de outubro de 2017

CUIDADO COM A HIPOCRISIA!



Meditação do Evangelho de São Lucas 12, 1-7



Imagem da Net


Eu me incluo entre estes milhares, Senhor, que se reune ao teu redor para ouvir a tua palavra. Ela é a minha direção, meu norte, minha esperança.

Tenho medo de ouvi-la e de não compreender, de buscar justificar meus erros com minha prática religiosa. Tenho medo de não entender a espiritualidade contida em tuas palavras.

Senhor, livra-me da hipocrisia, esse mal medonho que tanta indignação te causou. Dá-me força e coragem pra viver os teus ensinamentos com liberdade, amor, responsabilidade e sinceridade. Ajuda-me a ser autêntica , e a vivenciar na vida prática aquilo que prego e que professo.

Um dia tudo virá à luz, tudo que foi feito às escuras, tudo que foi falado em segredo. Que eu não me contamine com o fermento nocivo dos hipócritas, não seja falsa, mas, verdadeira.

Que seja pura a minha consciência, que eu seja corajosa nas minhas ações, e que não tema o mundo com suas garras destruidoras, mas, que coloque somente em Ti a minha esperança, vez que  me amas com amor infinito, me valorizas e cuida de mim.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Minha Festa Nupcial




(Minha Paróquia)


São Mateus 22,1-14 ou 1-10


Senhor Deus, sei que, muitas vezes, não estou digna do Banquete da sua Festa Espiritual...
Não tenho caridade suficiente para com meus semelhantes...
Meu coração não é puro o necessário...
Tenho minha consciência reta, mas preciso do seu auxílio para nunca manchar a pureza do meu coração...
Muitas vezes não procuro o seu interesse, o do Reino e sim o meu...
Concedei-me  a Graça do amor generoso, sem egoísmos, de um Amor largo e Bondoso semelhante ao seu que sempre perdoa...
Afastai de mim todo tipo de fingimento, Senhor, de falso testemunho...
Preciso honrar teu santo Nome, Senhor!
Necessito ser Igreja para todos e não só aos privilegiados...
O Senhor necessita de um coração regenerado e purificado para que possa fazer morada em grande estilo e ser festa, banquete a cada dia...






Santo do dia: Santa Teresa de Jesus, virgem e Doutora da Igreja; Santa Tecla de Kitzingen, abadessa




quarta-feira, 11 de outubro de 2017

"Venha nós o Vosso Reino".


Evangelho - Lc 11,1-4


Desde de pequenina em minha 1ª comunhão, aprendi a oração que o Senhor me ensinou... O " Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome…” (Mt 6:8-9). Creio na misericórdia divina, bem como no amor incondicional de um pai que tudo pode! A minha alma enche-se de esperança porque toda a graça vem do alto, e o meu Deus comigo está.  E na minha oração do Pai Santificado, tenho a certeza de que posso renascer em Cristo por todos os meus dias, para honra e glória do Senhor. Amém!!!  .'

domingo, 8 de outubro de 2017

A Vinha que me confiastes

Evangelho de Mt 21,33-43
Reflexão Pessoal


                                     

                          O  que poderia eu ter feito mais por  minha vinha e não fiz?          (Is 5,4)

                                      O evangelho de Mateus 21,33-43 reflete na leitura de Isaias 5,4  o que me aflige hoje o coração... Jesus nessa  Parábola do vinheteiro em que o dono da vinha delega responsabilidades   e conclama a responder à pergunta: O que estou eu a fazer  com a "vinha" que me confiaste?
                                      Responder hoje especificamente é um desafio...Tive um dia cheio de contradições, alternando as alegrias de ontem com as amarguras do dia de hoje... É a incerteza das palavras que escuto na dúvida que paira se realmente são vindas de Deus, mas paro reflito tento ouvir meu coração. É muito 
breve a hesitação e nesse emaranhado tecido desfaço a rede e retomo o fio condutor: me apegar à palavra . 
                                      Tenho uma missão, que é uma  ordem divina, ser responsável pelo que Deus me colocou no caminho. E tenho uma vinha para cuidar! Sou, portanto, um vinheteiro.
                                       E Jesus vem insistindo e Jesus vem  mw chamando à conversão . Para tomar conta da vinha  somente o Amor, vivido e compartilhado com o irmão- " Amai-vos uns aos outros como eu vos amei" - essa foi a ordem que veio de Deus!
                                      E eu preciso amar mais... acima da dor da
ingratidão, acima  das vulnerabilidades, acima das vaidades, ou seja tenho que ter humildade na minha pequenez e muita caridade para amar como Jesus amou!
                                      Na caridade  eu perdôo porque  quero ser perdoada e compreendida e amada.
                                      Não quero ficar fora do teu Reino Senhor!

" Por isso eu vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos"( Mt 21,43)

                                        Em vós Senhor busco meu refúgio , que eu consiga dar os frutos na vinha que me confiastes:  minha familia, minha vizinhança, minha comunidade , meu trabalho e onde mais a minha Fé me conduza por tuas mãos.

" Foi  a vossa mão direita que a plantou; protegei-a , e ao rebento que firmastes!"( Sl 79)
                                         Jesus ! Eu confio m Vós!






www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br