quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Minha Pescaria deu Fruto, Senhor?

Evangelho - Mt 4,12-23



 "às margens do mar da Galiléia..."




"... caminho do mar,



Jesus andava à beira do mar da Galiléia, 
 lançando a rede ao mar...

Eles, imediatamente deixaram as redes..."


Senhor, neste dia especial, quero pedir a paz para meu coração, essa que senti nesta semana toda ao longo de cada dia, com passeios martítimos de todo tipo... descansadamente...
O Evangelho de hoje me calou fundo ao coração e me deu MUITA alegria...
Aqui, faz calor, céu azul, férias, vida saudável, caminhadas matinais e ao entardecer... tudo que a estação do ano pede... muito líquido e tudo o mais...
A tendência seria decuidar-me da vida interior, que nada?!
O Senhor não me deixa... me lembra a cada amanhecer... evangelizo em meu proprio prédio onde vizinhas com mais de 80 anos tendem a serem carrancudas... mas não o são... e, se alguma o for, dou amor e perdão que alcanço da sua Infinita Bondade...
Largo (pela sua Graça) minhas redes pessoais, de gostos, interesses, manias, e ponho o foco na belíssima natureza exuberante porque veio da sua Modelação Preciosa...
Imagino os discípulos encantados em ter a Sua Companhia Adorável por perto... num cenário de tanta extravagância natural...
Fico serena só de contemplar tal cena bíblica do Evangelho de hoje...
Senhor, sei que sabe bem quais minhas redes que preciso deixar sem delongas... Família difícil? 
Pessos ingratas nos ambientes que frequento? 
Falta de pagamento do estado ao que o descaso político chegou? 
Saúde um pouco comprometida se não a cuido arduamente? 
Enfim, bem sabe como sou...
Mas nada vale se não cuidar dos valores espirituais... se não receber seu banquete ao menos dominical...
Não poderia deixar de agradecer inúmeras bênçãos que tenho recebido só nesta semana... 
Obrigada, Senhor!
Que eu continue pescando e o Senhor me mostrando  a quem devo pescar para sua Messe... toda sua...
Obrigada se acrescentei algo à sua pescaria...