sábado, 18 de fevereiro de 2017

Sua Bênção, Pai!


Evangelho (Mc 5,21-43)
Eis- me aqui, Pai.. e muito obrigada por todas as graças recebidas  desde o meu nascimento. Pois foram muitos obstáculos a serem superados e sem a Sua Mão, eu nada seria, e nem tão pouco serei sem a Sua bênção de cada dia.
Por isto, ao deitar-me e ao acordar sempre digo: A Sua Bênção, Pai! Só assim, sinto -me protegida, abençoada como uma filha amada que mesmo sem ser perfeita, tenho um Pai misericordioso que sofreu e que por amor, deu o Seu sangue por mim... pela cura, salvação e libertação de minh'alma.