domingo, 5 de março de 2017

A tentação de Jesus no deserto

 Evangelho de Mateus, 4, 1-11.
(Reflexão)



Hoje primeiro Domingo da Quaresma, tempo favorável a conversão e a caminhar com Cristo Ressuscitado.
Jesus chama-me à conversão sabendo que não é fácil percorrer este caminho que exige mudanças que são sempre um desafio de coragem, ousadia e renúncias.
Sou chamada a viver este período com muita fé, deixando para trás as trevas que obscureciam os meus dias para passar a viver um tempo novo alicerçado em Jesus.
O Evangelho de hoje refere as tentações que Jesus sofreu por parte do Demónio, durante os quarenta dias que passou no deserto, depois do Batismo, mas que venceu por estar fortalecido pelo Espirito Santo de Deus.
Também eu sou tantas vezes tentada a dar importância às aparências, a deixar-me seduzir por falsos deuses, a distrair-me com os vários ruídos que proliferam no mundo.
Tenho que ser firme na fé e estar em conexão com Deus para que não me deixe enganar por falsas promessas, pelas aparências que tentam iludir-me enganosamente.
A oração é a arma que deve estar sempre presente na minha vida, porque pela oração me torno mais forte para combater o inimigo.
Peço ao Senhor que me livre de todas tentações fortalecendo-me no Espírito Santo e que pela oração a minha intimidade com Ele se intensifique para que O ame cada vez mais. Que eu saiba sempre dizer não aos subterfúgios do mundo e que caminhe sempre certa de que só Ele é o Único Deus a quem adoro e glorifico.

Continuação de Santa Quaresma.

http://rotasdiferentes.blogspot.com.br/