domingo, 26 de novembro de 2017

Quero ser ovelha!



"Os justos irão para a vida eterna." (Mt 25, 46)

As minhas atitudes ao longo de toda a minha jornada nesta vida poderá se resumir a ser ovelha ou ser cabrito, a receber como herança o Reino que Deus me preparou ou ir para o fogo eterno. A escolha é somente minha! Eu tenho em minhas mãos o poder da decisão! O que estou eu fazendo para merecer a recompensa ou o castigo? Jesus alerta-me a ser ovelha, que se desgarra sim, mas quando ouve a voz do pastor, segue-o sem titubear, é mansa, dócil e obediente, enquanto que o cabrito é, por natureza, turrão, rebelde, briguento e não se deixa ser conduzido!
Porém, para a ovelha seguir o seu pastor ela precisa conhecê-lo, amá-lo, ter confiança nele! Trazendo  todo esse ensinamento para a minha vida, chego a conclusão que quero sim ser ovelha, mas não basta apenas querer, é preciso antes de mais nada conhecer o pastor! E o meu Pastor é Jesus Cristo! Quanto mais eu O conheço mais eu O amo, quanto mais eu tenho confiança nEle mais entrego a minha vida a Ele! 
No dia do juízo final, quero entrar para a morada eterna, quero estar à direita e ouvir do Rei "Vinde, benditos de meu Pai!" Por isso, a cada dia, busco cultivar o amor, a paz e a mansidão! Que a vara e o cajado do Bom Pastor possam me guiar para os pastos verdejantes, para as águas tranquilas, me livrando assim de todo o mal!  Amém!

Meditação do Evangelho de Mateus 25, 31-46.


Abraços fraternos,

Sileni Machado