domingo, 29 de janeiro de 2017

As bem-aventuranças me trazem esperanças!




Jesus não veio para o rico, o sábio, o forte...
Quem sou? Onde me encontro?
Livrai-me do pecado, salvai-me da morte!

Grandes ensinamentos, Jesus me deixou!
Dentre eles, do alto do monte exclamou:
"As bem-aventuranças", Palavra de vida
Que me transforma, que me traz esperanças!

Diante de Ti, reclino-me, Senhor!
Bendigo o Teu Santo Nome com louvor!
Ao céu, meus olhos se voltam, 
Minhas mãos se elevam...
Agradeço a todo momento
Por tão sublime ensinamento.

O que mais posso querer da vida?
De mim, somente de mim,
Depende a minha salvação!
O que temo? Deus conhece o meu coração!
Quem és tu, ó morte?
Quando sou fraca, então sou forte!

Meditação do Evangelho de Mateus 5, 1-12a


"Se se perdessem todos os livros sacros da humanidade e só se salvasse o Sermão da Montanha, nada estaria perdido." (Gandhi)


Abraços fraternos,

Sileni Machado


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Evangelho de hoje (Mc. 4,26-34):





 «O Reino de Deus é como quando alguém lança a semente na terra.
Quer ele esteja dormindo ou acordado, de dia ou de noite, a semente germina
e cresce, sem que ele saiba como. A terra produz o fruto por si mesmo...».

Hoje Jesus explica como nasce e cresce a nossa vida. Deus é o semeador que nos criou
com um coração "fortalecido" pela semente do baptismo. Deus também é a terra boa
em que a semente cresce. E como o crescimento do amor chegam aos frutos:
uma família e um trabalho que enriquecem o mundo...



Eu sou uma "semente" muito pequena, chamada a ser uma grande "árvore".
 Espero meu Senhor ser capaz de satisfazer a Tua vontade. 
 Amando-Te com todas as forças da minha alma, e do meu coração! 
Para que a minha semente de ajuda aos irmãos mais necessitados,
 seja fértil, e os ajude a encontrar o Teu Amor e a Luz do Teu 
caminho meu bondoso Pai do Céu. Os que caminham famintos, 
do pão de cada dia, mas também do nosso carinho. 
Que a minha sementeira produza neles o fogo do
Teu Eterno  Amor.

Obrigado meu Deus pelo Teu Amor!

http://caminhandoefrasiando.blogspot.com.br/

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Conversão de São Paulo



Marcos 16, 15-18
Atos dos Apóstolos 22, 3-16


Este texto me ajudou em minha meditação de hoje:


"A conversão de São Paulo está na base de muitos e importantes elementos de sua doutrina, em particular do tema do poder da graça divina, capaz de transformar Saulo, perseguidor da Igreja, no Apóstolo por excelência. Esta conversão é certamente um dos mais importantes acontecimentos da história da Igreja, que deve a Paulo a iniciativa da evangelização dos pagãos, e a primeira reflexão teológica sobre a mensagem cristã."


Nesta experiência da conversão de Paulo posso perceber a graça de Deus agindo e me ensina a estar sempre disposta a fazer a vontade de Deus, assim como Paulo: "Senhor que queres que eu faça?"
Como o Apóstolo Paulo, somos convidados à conversão, quando o amor de Deus tocar os corações. Peço ao Senhor que toque o meu e de todas as pessoas de coração sincero.

Paulo também estudou e entendeu as palavras dos Evangelhos e o pedido de Jesus para ir e evangelizar toda a criatura. O Senhor está sempre me chamando para estudar a Palavra, para a conversão e o serviço.

Paulo acreditou e foi batizado. Foi a revelação interior do Filho de Deus que o transformou e o fez segui-lo. Também esta revelação se processa no meu interior permitindo que eu me transforme e o siga, mas contando com a ajuda da fé e dos sacramentos.

*


"Ó Deus, que instruístes o mundo inteiro pela pregação do Apóstolo São Paulo, dai-nos, ao celebrar hoje sua conversão, caminhar para vós seguindo seus exemplos, e ser no mundo testemunhas do Evangelho. Por Nosso Senhor Jesus Cristo... Amém."

***

    

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Minha Pescaria deu Fruto, Senhor?

Evangelho - Mt 4,12-23



 "às margens do mar da Galiléia..."




"... caminho do mar,



Jesus andava à beira do mar da Galiléia, 
 lançando a rede ao mar...

Eles, imediatamente deixaram as redes..."


Senhor, neste dia especial, quero pedir a paz para meu coração, essa que senti nesta semana toda ao longo de cada dia, com passeios martítimos de todo tipo... descansadamente...
O Evangelho de hoje me calou fundo ao coração e me deu MUITA alegria...
Aqui, faz calor, céu azul, férias, vida saudável, caminhadas matinais e ao entardecer... tudo que a estação do ano pede... muito líquido e tudo o mais...
A tendência seria decuidar-me da vida interior, que nada?!
O Senhor não me deixa... me lembra a cada amanhecer... evangelizo em meu proprio prédio onde vizinhas com mais de 80 anos tendem a serem carrancudas... mas não o são... e, se alguma o for, dou amor e perdão que alcanço da sua Infinita Bondade...
Largo (pela sua Graça) minhas redes pessoais, de gostos, interesses, manias, e ponho o foco na belíssima natureza exuberante porque veio da sua Modelação Preciosa...
Imagino os discípulos encantados em ter a Sua Companhia Adorável por perto... num cenário de tanta extravagância natural...
Fico serena só de contemplar tal cena bíblica do Evangelho de hoje...
Senhor, sei que sabe bem quais minhas redes que preciso deixar sem delongas... Família difícil? 
Pessos ingratas nos ambientes que frequento? 
Falta de pagamento do estado ao que o descaso político chegou? 
Saúde um pouco comprometida se não a cuido arduamente? 
Enfim, bem sabe como sou...
Mas nada vale se não cuidar dos valores espirituais... se não receber seu banquete ao menos dominical...
Não poderia deixar de agradecer inúmeras bênçãos que tenho recebido só nesta semana... 
Obrigada, Senhor!
Que eu continue pescando e o Senhor me mostrando  a quem devo pescar para sua Messe... toda sua...
Obrigada se acrescentei algo à sua pescaria...






sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

EIS-ME AQUI, SENHOR!



Meditação do evangelho segundo São Marcos  3, 13-19



Imagem da Net


Chamaste-me, Senhor, porque o quiseste, porque foi da tua vontade, do teu agrado.

Chamaste-me, mesmo sabendo que trago as mãos vazias.

Mas, chamaste-me, assim como a Simão, Tiago e João.

E eu subi ao monte, ao teu encontro, e como eles, te dei o meu sim.

Sei que tu me sondas o coração, que sabes o que nele carrego, conheces a minha dor e também a minha alegria, de ser o que sou.

E talvez me chames de filha do trovão, assim como chamaste ao Tiago e ao João. Porque sabes da minha impaciência, da minha intolerância, e do tanto que ainda preciso aprender.

Ah, Jesus, talvez me tenhas chamado porque também sou de pedra, assim como Simão, mas queres que no teu seguimento, eu me transforme numa rocha firme, para construção do teu reino. Capacita-me para isso, Senhor.

E quantas vezes eu me deixei levar por outras vozes. Vozes tão melodiosas, tão sedutoras, vozes de dentro, e de fora de mim. Vozes que me confundiram, que me machucaram, e que quase me levaram para longe de ti.

Tu és insistente, perseverante, tu não desistes, e graças a tua persistência, eu me deixei conduzir pela tua voz, assim como tantos daqueles que ao pé do monte aguçavam os ouvidos para alimentar o espírito faminto com a tua palavra libertadora.


Sim, Jesus, eu quero te seguir, porque só tu tens palavra de vida eterna. Só tu és caminho, verdade e vida. Eis-me aqui!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Que a Sinagoga seja meu coração e que o Senhor Jesus me ajude a limpá-lo da secura, sempre que houver - (Mc3,1-6)

Resultado de imagem para imagens Mc3,1-6


                              Imagem da Web

Jesus entra na Sinagoga mais uma vez e em Cafarnaun, Ele libertou um homem do espírito impuro.
Que meu coração seja esta Sinagoga, neste instante e que Jesus entre e me liberte de todo mal.
Lá em Cafarnaun, os espíritos malignos desafiaram Jesus, perguntando-lhe se Ele os destruiria, aqui neste Evangelho, são os fariseus e herodianos que decidem destruir Jesus.
Jesus mais uma vez, mostra que fazer o bem, não tem hora e nem dia, tem que ser uma prática constante das pessoas de bem.
Infelizmente não é assim que funciona para muitas pessoas, o povo anda colocando sua esperança, num governo corrupto e numa ética falida, seria válida se este governo e sua ética agissem com justiça, fraternidade para todos.
Isso não mudou muito nestes dois mil e dezessete anos, não.
Jesus se encontra diante de um grande desafio, não pela cura em si, mas por causa da religiosidade.
Enquanto eu viver apenas a religiosidade eu não experimentarei o milagre da cura em minha vida e este homem por certo, embora estivesse num lugar de adoração, que é a Sinagoga, estava preso a religiosidade e não a fé e a verdade, a verdade que cura.
A religiosidade no caso deste homem, só tinha deixado marcas de derrotas e fracassos, por que ele se acomodou diante dos obstáculos da vida.
Será que ele nasceu assim?
Ou ficou assim por causa deste conformismo, diante dos obstáculos da vida?
Pessoas que só reclamam, dizendo que a vida não muda, que nada dá certo, com certeza, vai deixando seco algum lugar do seu corpo, muitas vezes não visíveis, mas que atrofiam tanto quanto uma mão seca.
Pessoas assim dão força ao satanás para agir cada vez mais em sua vida.
Mas Deus é mais forte e libertará talentos atrofiados, mentes adormecidas, esperanças mortas.
           Paz e bem!
            Maria Teresa

Resultado de imagem para imagens Mc3,1-6
Imagem da Web
Livra-me Senhor de sentimentos secos e endurecidos.
Livra-me Senhor de ter um coração egoísta.
Livra-me Senhor de religiosidade sem ação e vazia.
Livra-me Senhor de caridade sem generosidade.
Livra-me Senhor de tudo que me afasta de Ti!
Amém!



Hoje, Jesus ensina-nos que há de obrar o bem o tempo todo: não há um tempo para fazer o bem e outro para descuidar o amor aos demais. O amor que vem de Deus conduz-nos à Lei suprema que deixou-nos Jesus no novo mandamento: Amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei» Jesus não derroga nem critica a Lei de Moisés, já que Ele mesmo cumpre seus preceitos e acode à sinagoga o sábado; o que Jesus critica é a interpretação estreita da Lei que fizeram os mestres e os fariseus, uma interpretação que deixa pouco lugar à misericórdia”. (Trecho da web)

http://dialogodoamore.blogspot.com.br/

domingo, 15 de janeiro de 2017

Reconhecer Jesus como o Filho de Deus!



A vontade de Deus se fez cumprir através de grandes homens e mulheres, entre eles João Batista que reconheceu Jesus como o "Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo", reconhecimento este movido por uma fé de poucos. Fé contundente que exprime a presença constante de Deus por toda a sua vida! Percebo aí, a fé e a fidelidade caminhando juntas, assim como um amor grandioso e uma obediência infinita em fazer valer a vontade de Deus em todo o tempo.

Fé, fidelidade, amor e obediência, assim como a humildade, exemplos deixados por João Batista e pelo próprio Jesus que também, num gesto de humildade e obediência ao Pai, deixou-se ser batizado pelo seu precursor. Não posso ficar indiferente a tão nobres gestos que somente a fé em Deus é capaz de me fazer discernir grandiosos feitos e tomar como exemplo para a minha vida.

Que a minha fé seja tão grandiosa que me faça reconhecer Jesus nas pequenas e grandes coisas e em tudo, para então, poder dizer com toda a força do meu coração: "Este é o Filho de Deus!" Que eu possa dar testemunho do Cristo, Filho de Deus, Pão descido do céu, que se fez homem, habitou entre nós e que deixou um grande legado de amor e exemplo de misericórdia a todos que a Ele abrir o coração. Assim seja!

Meditação do Evangelho de João 1, 29-34.



Abraços fraternos,

Sileni Machado


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Jesus em mim. E eu estou com Jesus?




Evangelho (Mc 1,29-39)


Ó Senhor! 

Sua voz ressoa aos meus ouvidos e confirma que, onde quer que eu esteja a Tua luz me conduz.
Os Seus passos, direcionam os meus caminhos , levando-me ao caminho da vitória de cada dia.  E eu digo: Amém, meu Pai!! Amém, Jesus!
Tu És o meu Salvador que permanece vivo em  forma de amor incondicional, pois mesmo sem o merecimento devido, Suas Mãos unem-se as minhas e as levam até o meu coração, para que eu possa sentir o Teu Colo dizendo: foi por você minha filha..foi por ti, que eu pereci! O que devo falar? Apenas, silencio o meu interior e clamo o Teu perdão, Pai.

http://profetizandotudoposso.blogspot.com.br/




domingo, 8 de janeiro de 2017

O que viemos fazer nesse mundo?

Evangelho de Mateus2,1-12
Reflexao Pessoal

            " Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a  sua estrela no Oriente
e viemos adorá-lo"

                                                       


                                                                 

                                                No mundo conturbado de hoje questionar nossa presença nele é fundamental...Preciso me inserir nesse contexto...Estou no mundo , mas não sou desse mundo.
                                                 Como viver o que me foi ensinado, como transitar no que continua sendo um constante aprendizado...Eis a questão.
                                                  A cada momento sinto como é forte , quando fazemos a opção por Cristo, pelo seu seguimento, o assédio do mundano e superficial contaminando o pouco que resta.
                                                  Junto vem o momento de paralisação de atitudes e gestos concretos, entretanto  sinto também que a voz interior que brota do coração fala  e eu escuto: é a luz dada pelo Espirito Santo que busco insistentemente pela oração continua e insistente.
                                                  Hoje a consciência de que sou pecadora procurando fazer valer a redenção que o Cristo me deu pela morte na Cruz , da-me a força necessária para resistir às tentações e enfrentar o inimigo.
                                                   Estou aqui para te adorar , meu Senhor e meu Deus!
                                                   Estamos todos no mundo com essa missão profética, somos todos teus adoradores, Senhor !

                                                   Adoramos a Deus se vivemos de acordo com a sua vontade. Quero, como os Reis Magos reconhecer a "estrela" que me conduza à verdadeira adoração  ao verdadeiro Deus e Senhor!
                                                   Que as armadilhas do inimigo não me  seduzam e afastem do caminho.
                                                    Que minha vida , como a sua, seja também o melhor presente que possa te dar: fazer dela um ato de adoração , glorificando e justificando estar nesse mundo!
                                                     Que cada dia vivido seja como o último.


                                                     A CADA DIA ME PERGUNTAR : O que tenho para te oferecer HOJE?
                                                    Feliz 2017 , sejam todos bem vindo a mais essa oportunidade de ADORAR a Deus!

www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br
                                                 

domingo, 1 de janeiro de 2017

Santa Maria, Mãe de Deus

Evangelho de Lucas 2, 16-21
Refexão


O estábulo e a manjedoura onde o Menino nasceu, deitado e envolto em frágeis panos protegido por sua Mãe Maria Santíssima e por seu pai adoptivo José, foi o local pobre e humilde que Deus escolheu para manifestar aos homens o Seu Projecto Libertador realizado em Jesus Cristo.
Os pastores a quem Deus anunciou através dos anjos o Nascimento de Jesus foram os primeiros a acorrer para O adorar e louvar, contando tudo o que haviam visto e ouvido. Com que alegria o fizeram e como saíram dali felizes a espalhar a Boa Nova.
Deus sempre a agir na maior simplicidade. A fazer-se anunciar aos mais simples e marginalizados de forma desconcertante.
Maria, a Senhora do Sim, sem questionar, via e ouvia guardando e meditando todas aquelas palavras no seu coração.
Esta passagem Bíblica é de uma enorme riqueza catequética. Será que a entendo em todo a sua dimensão? Como procedo no meu dia a dia?
Será que o meu coração é tão simples como o estábulo onde Jesus nasceu? Será que O acolho em cada dia com a alegria dos pastores? Será que O louvo e adoro a cada momento e d’Ele dou testemunho?
A atitude meditativa de Maria, a primeira discípula fiel de Jesus, leva-me a reflectir sobre o meu percurso de vida e a reconhecer como tantas vezes  não tenho estado atenta aos sinais de Deus de modo a acolher no meu coração com disponibilidade, humildade, serenidade, confiança e fidelidade os planos que Ele para mim traçou.
Penso também como não tenho seguido o exemplo dos pastores, esquecendo-me tantas vezes de louvar o Senhor, agradecendo pelo tanto que me oferece em cada dia.

 Oração
A exemplo de Maria, sua Mãe Santíssima e nossa Mãe, rogo-Lhe, Senhor,  que me ilumine e fortaleça, para que assuma o compromisso de estar sempre atenta aos seus sinais  no acolhimento e serviço aos outros, com a firmeza e a agilidade de uma serva fiel, deixando-me fascinar a cada instante pelo seu ideal, no cumprimento da sua Palavra.


Hoje comemora-se o Dia Mundial da Paz.
 Louvo a Deus e rogo que, por intercessão de Sua Mãe Maria Santíssima, seja concedida a Paz ao mundo inteiro. 
Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, Rainha da Paz, dai-nos a Paz! 

«Rogai por nós Santa Mãe de Deus para que sejamos dignos de alcançar as promessas de Cristo, Ámen»!