domingo, 26 de março de 2017

Jesus cura a minha cegueira espiritual!



Sou cega quando não consigo enxergar as maravilhosas obras de Deus nas pequenas coisas, quando não reconheço a verdadeira Luz que me liberta da escravidão do pecado.
Sou incrédula quando não consigo crer nos milagres através da fé.
Sou fariseu quando penso ser a dona da verdade, quando julgo o meu próximo sem conhecer o seu coração, quando não aceito a opinião do meu irmão e sem nenhuma humildade desprezo-o...
Mas Jesus na sua infinita bondade e misericórdia, me pergunta a todo instante: "Acreditas no Filho do Homem?" e eu respondo: "Eu creio, Senhor!"
Tu és a minha Luz, o meu rochedo e salvação! Em Ti coloco todo o meu ser e todo o meu viver.
Não há alegria maior do que abrir o coração e ser agraciada pela Luz que é o próprio Jesus: Caminho, Verdade e Vida!
Que eu possa sempre buscar a Jesus, Luz que cura a minha cegueira espiritual, que abre o meu coração, que me liberta de tudo aquilo que me afasta de Deus: o egoísmo, a vaidade, a soberba, a impaciência, a intolerância e, acima de tudo, a falta de fé! Eis-me aqui, Senhor! Renova-me, cura-me, livrai-me de todo o mal! Nesta Quaresma, rogo a Ti, Senhor, que renova em mim a graça do Espírito Santo derramado em meu batismo para que, fortalecida na fé, possa ser luz aos meus irmãos.  Agradeço, Senhor, pela Vossa misericórdia e por nunca desistir de mim. Assim seja!

Meditação do Evangelho de João 9, 1.6-9.13-17.34-38.


Abraços fraternos,

Sileni Machado


sexta-feira, 24 de março de 2017

“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo” - O maior dos mandamentos

Imagem da Web
Marcos 12,28b-34


Naquele tempo, um escriba aproximou-se de Jesus e perguntou: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos?” Jesus respondeu: “O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor”. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força! O segundo mandamento é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes”.
O mestre da Lei disse a Jesus: “Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: Ele é o único Deus e não existe outro além dele.Amá-lo de todo o coração, de toda a mente, e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios”.
Jesus viu que ele tinha respondido com inteligência, e disse: “Tu não estás longe do Reino de Deus”. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.

“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”.
O maior dos mandamentos

“Senhor, não há entre os deuses nenhum que se vos compare, por que sois grande e fazeis maravilhas:só Vós, Senhor, sois Deus”.
(Sl 85,8-10).

Se eu seguir os ensinamentos de Jesus, vou viver bem com Deus e com meu próximo e consequentemente ser muito mais feliz.
Se eu acolho Jesus em meu coração, estarei acolhendo meus irmãos.
O Amor é o maior dos mandamentos, sem amor não se vive.
Aprendi desde muito pequena, com meus pais, que em primeiro lugar, tenho que amar a Deus, depois a mim mesma e assim serei capaz de amar o meu irmão.
Jesus deixa bem claro aqui em suas palavras que não basta apenas  seguir a lei escrita e cumprir seus deveres religiosos e não seguir os ensinamentos de Jesus, que nos ensina que devemos Amar, simplesmente amar.
O que realmente dá sentido a minha vida é amar, se não amar a Deus e ao próximo como a mim mesma, nada terá sentido, minha vida será vazia, sem valor.
Se não me colocar no lugar do outro, por certo não estarei amando como Jesus me ensina.
É através do amor que acontece a conversão verdadeira em meu coração.
É época de conversão, de arrependimento e vou procurar através do deserto interior me aproximar mais ainda de Deus e do meu próximo.
Quero amar como Jesus me ama.
                Um abraço, Maria Teresa

                                Imagem da Web

Oração 
“Espírito de equilíbrio, que eu encontre, no amor a Deus e ao próximo, o eixo de minha prática religiosa, sem desviar-me para o exagero nem para a lassidão.

Conduze-me sempre pelo caminho do amor, o único que pode me levar até o Pai”.   (Web).


Eu te amo Senhor meu Deus, sobre todas as coisas e procuro infinitamente amar o meu próximo como a mim mesma, mas muitas vezes querido Pai, não é fácil amar aquela pessoa, mas por Ti me entrego ao amor.
Fazei de mim Senhor instrumento do vosso amor e me faça cada vez mais amorosa com meu irmão.(Maria Teresa)


Meu Mestre




Jo 4,5-15.19b-26.39a.40-42

 “Dá-me de beber”.

Jesus Amado, uma vez que me pediu água para mater minha própria sede, fiquei atônita e feliz ao mesmo tempo...

“Como é que tu, sendo judeu, pedes de beber a mim, que sou uma mulher samaritana?”

Sou uma samaritana amada, chamada e enviada pela sua Graça bendita...

“Se tu conhecesses o dom de Deus e quem é que te pede: ‘Dá-me de beber’, tu mesma lhe pedirias a ele, e ele te daria água viva”.

De fato, eu lhe pedia água para matar minha sede... quando o Senhor me apareceu numa enorme necessidade pessoal...

“Senhor, nem sequer tens balde e o poço é fundo. De onde vais tirar água viva? 

O Senhor tirou água sem precisar sequer de baldes externos pois eu tinha vários baldes dentro de mim: apegos desordenados muito enraizados...

“Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna”.


Nunca mais tive outras sedes mundanas... pela sua imensa bondade...



 “Senhor, dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha de vir aqui para tirá-la”. “Senhor, vejo que és um profeta!”





Nunca mais precisei de mendigar amor de qualquer um ou de qualquer pessoa pois minha autoestima foi curada, meu Deus e Senhor!



Deus é espírito, e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e verdade”.





O Senhor me ensinou a adorar, louvar e agradecer muito mais do que pedir e lamentar somente...

Era uma mendiga e sedenta de amor...



 “Sou eu, que estou falando contigo”.





Sei bem que, verdadeiramente, é o Filho de Deus, meu Salvador.

Obriagada, meu Mestre Amado... 








Uma santa e abençoada Quaresma a todos!

sexta-feira, 17 de março de 2017

DEUS, A VINHA, E EU

Imagem da Net

Meditação do Evangelho de Mateus 21, 33-43, 45-46


A vinha foi plantada, cercada, e nela construída um lagar para esmagar as uvas. Foi posta uma torre de guarda e posteriormente arrendada. O proprietário preocupou-se com os mínimos detalhes, deixando para os vinhateiros, apenas o cuidado com a manutenção. No tempo da colheita, providenciaria uma forma de receber o lucro advindo do cultivo, vez que mudara-se para o estrangeiro. Eis a parábola que Jesus contou.

Assim fez Deus com a humanidade. Criou os astros, as estrelas, a terra, com suas matas, florestas, rios e mares, flores e ervas, animais, árvores frutíferas, e toda uma diversidade de riquezas naturais, deixando para os homens, apenas o cuidado com a manutenção da sua criação.

O que fizeram os vinhateiros da parábola? O que fizeram os humanos com a terra? O que fiz eu, Senhor? Qual foi a minha participação nesse processo de destruição?

Sim, porque movidos pela ganância os vinhateiros mataram os empregados do proprietário, e como se não bastasse, o seu próprio filho, e os humanos, por igual ganância, ou displicência, têm destruído a terra de forma assustadora.

E eu? Qual é a minha consciência em relação a esse problema tão grave? Será que me utilizei de forma indevida dos recursos naturais? Ajudei a poluir os rios e os mares? Joguei lixo nos esgotos? Empaturrei-me de geringonças eletrônicas e depois joguei ao léu as carcaças? Fui consumidora em excesso, de plástico, material que não é biodegradável? Racionei a água? A energia? Cuidei dos animais? Das plantas? Do ar? Cuidei das pessoas? Dei exemplos bons?

Ou será que matei, assim como os vinhateiros, a vida natural?

Meu Deus, quanta responsabilidade a minha! Sei que devo lhe prestar contas do que me confiaste na terra, pois, essa responsabilidade é de todos, e de cada um em particular.

Sei que errei, e muito. E erro ainda. Pois, não consegui de todo sair da minha zona de conforto, e por vezes não tenho os devidos cuidados com a sustentabilidade do planeta. Contribuo de forma negativa, eu sei.

Vem em socorro da minha fraqueza, e ajuda-me a me libertar do meu egoísmo e ignorância, e ser mais um soldado nas fileiras da luta e da defesa do meio ambiente, da mãe terra, preservando-a da destruição impiedosa. Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo!


domingo, 12 de março de 2017

Subindo à Montanha...

Evangelho de Mateus 17,1-9
Reflexão Pessoal

Transfiguração de Jesus
                                                 Google Imagem

                                         Provocativa é a palavra de hoje ecoando no meu coração..Faço-me algumas perguntas :
                  Qual o sentido da Transfiguração para mim?
                  Por que devo obedecer a Deus?
                  Como, hoje , na minha vida busco a graça de Deus?

                                       "E foi transfigurado diante deles; o seu rosto brilhou como o sol e as suas roupas ficaram brancas como a luz."(v,2)

                                     Na Transfiguração Deus confirma para nós a divindade de Jesus revelada no Batismo às margens do Rio Jordão . ..Naquele instante Ele nos apresenta o seu Filho amado.
                                      Na Montanha , para onde levou seus discípulos , testemunhas e seguidoras da Ordem divina: "Escutai-o", pronunciada pelo Pai ,ficou claro que obedecer passa pela Fé e pela Esperança de ser agraciado pelo seguimento a Jesus.
  
                                      O céu revelado é LUZ ! Seu esplendor fulgurante , límpido  e brilhante move-se como impulso motivador para minha busca do Céu  na terra...Sei Senhor que tudo começa aqui.
                                      É a forma como me relaciono ,  com todos os seres viventes que criastes,  que será o meu passaporte para a Eternidade.
                                       Seguir a Jesus , como ordenas, com amor verdadeiro é a chave!
Nessa caminhada caio várias vezes,mas a queda não é motivo de exclusão ,fraqueza que bloqueie minha capacidade de continuar...
                                       Cirineus existem!  Olho ao meu redor e sinto o teu braço e mão estendida a me reerguer : no olhar complacente e piedoso do anônimo, na palavra incentivadora de um amigo, na compreensão de um familiar, na admoestação oportuna de um grupo de oração, na Homilia dominical que me faz refletir , na fraternidade e partilha com  o irmão de Fé.
                                     Nunca estou sozinha! Te busco na oração , insisto em permanecer na tua presença  sendo fiel ao compromisso que assumi de compreender minhas fragilidades com humildade  , na certeza de que sou um soldado  a serviço do Senhor, de que sou amada por Ti Jesus!
                                    Como soldado , devo ser obediente e seguir a Ordem: Escutar o que Jesus me fala, levantar-me sempre que cair e sobretudo não ter medo , porque Jesus é o Caminho , a Verdade e a Vida !

                                     Sem Ele nada sou!
 Quero chegar com vestes claras e limpas no Reino que prometestes!




 "Jesus se aproximou, tocou neles e disse: “Levantai-vos e não tenhais medo”.(v,7)
                       

www.claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br


                                  

















domingo, 5 de março de 2017

A tentação de Jesus no deserto

 Evangelho de Mateus, 4, 1-11.
(Reflexão)



Hoje primeiro Domingo da Quaresma, tempo favorável a conversão e a caminhar com Cristo Ressuscitado.
Jesus chama-me à conversão sabendo que não é fácil percorrer este caminho que exige mudanças que são sempre um desafio de coragem, ousadia e renúncias.
Sou chamada a viver este período com muita fé, deixando para trás as trevas que obscureciam os meus dias para passar a viver um tempo novo alicerçado em Jesus.
O Evangelho de hoje refere as tentações que Jesus sofreu por parte do Demónio, durante os quarenta dias que passou no deserto, depois do Batismo, mas que venceu por estar fortalecido pelo Espirito Santo de Deus.
Também eu sou tantas vezes tentada a dar importância às aparências, a deixar-me seduzir por falsos deuses, a distrair-me com os vários ruídos que proliferam no mundo.
Tenho que ser firme na fé e estar em conexão com Deus para que não me deixe enganar por falsas promessas, pelas aparências que tentam iludir-me enganosamente.
A oração é a arma que deve estar sempre presente na minha vida, porque pela oração me torno mais forte para combater o inimigo.
Peço ao Senhor que me livre de todas tentações fortalecendo-me no Espírito Santo e que pela oração a minha intimidade com Ele se intensifique para que O ame cada vez mais. Que eu saiba sempre dizer não aos subterfúgios do mundo e que caminhe sempre certa de que só Ele é o Único Deus a quem adoro e glorifico.

Continuação de Santa Quaresma.

http://rotasdiferentes.blogspot.com.br/